Opinião

Redes sociais: a dupla existência da verdade

“Dentro de vinte anos, os jovens não vão saber o que é o nacionalismo”. Assim profetizava Nicholas Negroponte – fundador e então director do Media Lab do MIT – em 1997. O que explicaria este ocaso do nacionalismo nas novas gerações? Para Negroponte, seria a internet. Ao estarem ligadas a todo o mundo, as crianças criadas com a internet seriam incapazes de nutrir sentimentos nacionalistas. O facto de estarem à distância de um clique do resto do mundo permitiria às novas gerações socializarem com todo o planeta. O medo do outro dissolver-se-ia. As fronteiras tornar-se-iam irrelevantes. Negroponte concluía que no futuro “já não haverá espaço para o nacionalismo, tal como não há espaço para a varíola”.