A máscara de Joana Vasconcelos veio à laguna

A artista portuguesa inaugurou esta sexta-feira uma exposição paralela à Bienal de Veneza. Onde I’ll Be Your Mirror ganha novas dimensões.

Foto
Uma outra versão de I'll Be Your Mirror está em Serralves até 28 de Junho PAULO PIMENTA

Ainda não é desta que a artista Joana Vasconcelos vai conseguir expor a maior Valquíria que já fez até hoje, concebida em 2015 especialmente para a praça do hotel-casino MGM, de Macau. “O MGM queria voltar a mostrar essa peça, a Valquíria Octopus, com 35 metros de comprimento. Mas logo que cheguei aqui vi que não cabia na igreja”, explicava a artista ao final da tarde desta sexta-feira, na inauguração da sua exposição no San Clemente Palace Kempinski, um hotel de luxo situado numa ilha a 20 minutos de São Marcos.

No seu lugar, no cruzeiro da igreja de San Clemente, está uma adaptação de uma peça da série Tetris, feita com azulejos, a que juntou um coração em chamas, um símbolo do catolicismo, que passou a chamar-se Madragoa (2015-2019). Trouxe também um dos famosos sapatos feitos com panelas, da série Betty Boop, e uma nova versão de I’ll Be Your Mirror (2018), máscara veneziana de 231 espelhos feita para o Guggenheim de Bilbau e actualmente em exibição no Museu de Serralves. I’ll Be Your Mirror #1, a versão italiana da máscara, foi concebida para ser exibida no exterior, mas ainda estava em montagem por causa da chuva que caiu no início da semana.

O sapato e a máscara estão instalados nos grandes relvados do jardim do hotel, que dá para a laguna. “No exterior, a máscara vai ganhar novas matizes, porque vai reflectir o céu e a paisagem à volta. Estou curiosa de a ver com chuva, com a água a escorrer nos espelhos. Também a quero ver com nevoeiro. As obras ganham este lado de registo quando se relacionam com o tempo.”

Para Joana Vasconcelos, faz todo o sentido trazer a máscara a Veneza, onde, acompanhando a bienal, ficará até Novembro. “A máscara veneziana é o símbolo da máscara europeia. É fundamental que as obras se relacionem com a origem da tradição.