Conselho de Disciplina abre processo a Pinto da Costa

Texto do líder do FC Porto na revista Dragões na base de denúncia do Conselho de Arbitragem.

Foto
Andre Rodrigues

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol instaurou esta terça-feira um processo disciplinar ao presidente do FC Porto​, Pinto da Costa, na sequência de uma denúncia do Conselho de Arbitragem, motivada pelo editorial do líder portista na última edição da revista Dragões.

Pinto da Costa visou as arbitragens num texto em que justifica o actual posicionamento classificativo da equipa, a dois pontos do Benfica: “Infelizmente, parece que por vezes é mais fácil para o FC Porto ter êxito nas competições europeias, frente a rivais mais difíceis, do que em Portugal, onde muitas vezes os adversários vestem de preto, andam com um apito ou estão sentados em frente a ecrãs de televisão”, acusa o líder do emblema portuense.

“Triste o país onde abundam as paixões vermelhas e os pinheiros pouco iluminados, sempre disponíveis a subverter a classificação do campeonato, como agora o fizeram, demonstrando que o crime compensa e que não há camião de coação que não continue a dar resultados”, referiu de forma contundente.