Os activistas do clima podem ter ganho um novo aliado — Banksy

Artista ainda não confirmou a autoria do novo mural de Londres em que uma criança segura o símbolo da organização ambientalista Extinction Rebellion.

A obra fica num dos espaços mais movimentados de Londres
Foto
A obra fica num dos espaços mais movimentados de Londres DR

Para já nada é ainda certo, mas é possível que Londres tenha ganho uma nova obra de Banksy, o artista urbano mais celebrado do mundo. O mural surgiu em Marble Arch, um dos espaços mais movimentados do centro de Londres, local escolhido pelos ambientalistas da organização Extinction Rebellion para acampar durante uma semana e meia de protestos, que terminou a 25 de Abril.

Este espaço no extremo norte de Hyde Park tem agora um dos muros ocupado por uma composição que mostra uma criança ajoelhada (só um dos joelhos toca o chão) junto a uma pá e frente a um pequeno monte de terra onde parece ter acabado de plantar uma árvore. Na mão direita segura o símbolo dos activistas da Extinction Rebellion, que durante 11 dias se manifestaram em vários pontos da capital britânica denunciando a falta de acções para combater as alterações climáticas, um protesto não-violento que plantou o caos no trânsito e que resultou em mais de 1100 detenções e 69 acusações.

Os protestos desta organização, aliás, não se limitaram ao Reino Unido. No passado sábado, na Holanda, Noruega, Suécia, Finlândia, Itália, França, Alemanha, Espanha, Austrália ou Nova Zelândia muitos foram os que se deitaram no chão de museus, jardins, praças e transportes públicos com o objectivo de alertar para os sérios danos que estão a ser infligidos à Terra e até para o risco de extinção que o homem corre.

Junto à criança ajoelhada no novo mural que parece homenagear os esforços da  Extinction Rebellion pode ler-se a frase “From this moment despair ends and tactics begin” (qualquer coisa como “a partir de agora o desespero acaba e começa a táctica”).

Segundo a televisão britânica BBC, Banksy ainda não confirmou a autoria. A conta que tem na rede social Instagram, o seu canal habitual de comunicação, não menciona este novo mural, mas há já vários conhecedores da sua obra que, com base nas suas características e qualidade, defendem que se trata de um original deste artista cuja identidade é ainda desconhecida do público. Entre eles está, de acordo com a agência de notícias France-Presse, o negociante de arte Andrew Tetley, que vendeu já várias obras de Banksy.

Banksy terá começado como artista de rua em Bristol, Inglaterra, e construiu uma carreira fortemente política com base em trabalhos, sobretudo, de sátira social. A crise dos refugiados ou a ocupação dos territórios palestinianos estão entre os temas que já abordou. Girl with Balloon, uma obra parcialmente autodestruída aos olhos do público no momento em que foi arrematada num leilão da Sotheby’s, foi vendida por 1,1 milhões de euros.

Pertencem à Extinction Rebellion, recorde-se, os dois jovens activistas que interromperam o discurso do primeiro-ministro António Costa no jantar comemorativo do 46.º aniversário do Partido Socialista (PS), precisamente há uma semana.