DR
Foto
DR

Megafone

Ser Voluntário… na Apoio à Vida

Queres fazer voluntariado mas não sabes por onde como começar? A rubrica Ser Voluntário dá uma ajuda.

Segundo o Inquérito Piloto ao Trabalho Voluntário, realizado em 2012, cerca de 12% da população residente com 15 ou mais anos tinha feito nesse ano voluntariado ou participado em acções de voluntariado. Um número, contudo, abaixo da média da União Europeia, que se situava nos 24%. Cada vez mais pessoas querem começar a realizar voluntariado regularmente, mas a questão muitas vezes colocada é: Por onde começar? Nós damos uma ajudinha.

Área Geográfica: Lisboa
Tema: Apoio a grávidas em dificuldade

A Apoio à Vida é uma instituição particular de solidariedade social (IPSS) que já ajudou mais de 4000 mulheres a terem os seus filhos e a fortalecerem as suas famílias. A associação existe para dar às mulheres o poder de decidirem, em liberdade, se querem levar até ao fim a sua gravidez.

A instituição tem como missão acompanhar mulheres grávidas em situação de dúvida ou dificuldade psicológica, familiar ou social, integrando, igualmente, os seus companheiros e famílias. Paralelamente, a Apoio à Vida pretende ajudar, acolher e capacitar todas as grávidas que procuram ajuda, mostrando-lhes que não estão sozinhas.

A Apoio à Vida tem dois centros de atendimento – em Alcântara e Vila Franca de Xira —, onde são realizados os atendimentos. O primeiro destes é feito por uma assistente Social, a quem compete efectuar um diagnóstico da situação e o traçar de um plano de intervenção, juntamente com a grávida, que pode incluir apoio social e/ou psicológico, ajuda na inserção escolar/profissional e a frequência de formações específica para grávidas e mães. Esta última tem por objectivo a promoção de competências parentais e o reforço da rede de suporte informal.

Paralelamente, pode ser desenvolvida uma intervenção psicossocial em grupo, com carácter multidisciplinar em que as mães, conforme o seu tempo de gravidez ou a idade dos filhos, são integradas em diferentes grupos, onde recebem formação nas áreas da gravidez e da maternidade, ao mesmo tempo que beneficiam do acompanhamento técnico individual aconselhável em cada caso particular.

Qual o impacto do associação Apoio à Vida?
Em 2018, o Apoio à Vida apoiou 368 famílias e realizou, no âmbito do seu projecto Famílias em Casa, 53 visitas de intervenção psicossocial no domicílio e 65 visitas de promoção de competências parentais; 238 mães recorreram ao Apoio à Vida pela primeira vez no ano passado.

Como posso ajudar?
Existem várias oportunidades de voluntariado nomeadamente:

  • Recolha de donativos e apoio em campanhas/eventos;
  • Organização de roupa/brinquedos;
  • Apoio/acompanhamento às mães / famílias*;
  • Acompanhamento escolar*;
  • Apoio às áreas técnicas*;

As oportunidades assinaladas com (*) requerem uma entrevista e avaliação por parte da equipa gestora do voluntariado


O que precisam de mim?
A disponibilidade varia consoante cada oportunidade e deve ser vista junto do Apoio à Vida.