As trotinetes partilhadas atravessaram a ponte e chegaram a Almada

A Flash, empresa de trotinetes eléctricas partilhadas, alargou a sua operação a Almada. A partir desta sexta feira, é possível recorrer ao serviço na Costa da Caparica.

Foto
DR

Depois de Lisboa, as trotinetes eléctricas partilhadas da Flash chegaram a Almada. Para já, estão apenas disponíveis na Costa da Caparica, depois de terem sido disponibilizadas em todo o município num período de teste.

Num comunicado enviado às redacções, a Flash afirma que se tornou “a primeira empresa de micromobilidade a operar em dois concelhos da Área Metropolitana de Lisboa, abrindo portas para novas oportunidades, nomeadamente a integração no sistema de transportes da região.”

Por agora, esta é a primeira empresa a ter trotinetes nas duas margens do Tejo. A Flash, à semelhança da Lime (outra das operadoras) estão presentes noutras cidades do país, como Faro e Coimbra.

Em Lisboa, a polémica em torno das trotinetes tem sido uma constante desde o seu aparecimento em Setembro de 2018. Os problemas de estacionamento destes veículos, que são deixados em zonas pedonais, e a condução desregrada têm sido alvo de criticas por parte de moradores. 

As trotinetes estão, numa primeira fase, disponíveis em 11 locais ao longo do recinto onde decorre um festival de surf, entre os dias 11 e 20 de Abril. Após o evento, a WeMob, a empresa de mobilidade de Almada irá trabalhar juntamente com a Flash para alargar a rede de pontos de partilha a outras zonas do concelho.

A Flash disponibiliza assim dois modelos de trotinetes — o tradicional, e outro lançado recentemente com suspensões reforçadas, travões duplos, luzes de sinalização e rodas maiores.

A utilização do serviço pode ser feito através do download das aplicações para dispositivos móveis e tem um custo de desbloqueio de um euro, ao qual acrescem 15 cêntimos por minuto. Com vista a incentivar o correcto estacionamento dos veículos, a Flash oferece um desconto de 50% no desbloqueio da viagem aos utilizadores que largarem o veículo nas zonas estipuladas pela autarquia.

À semelhança de Lisboa, haverá equipas nas ruas que asseguram diariamente o carregamento das baterias e a segurança das trotinetes, bem como o seu correcto estacionamento e posicionamento nas zonas de estacionamento.