Câmara do Barreiro abre inquérito para apurar causas do despiste de autocarro

O acidente provocou um ferido grave, o motorista do autocarro, e sete feridos ligeiros, entre os quais uma criança.

O autocarro dos TCB despistou-se e entrou na zona destinada à entrada e saída de passageiros do transporte fluvial
Foto
O autocarro dos TCB despistou-se e entrou na zona de entrada e saída de passageiros do transporte fluvial MIGUEL A. LOPES/LUSA

A Câmara do Barreiro vai abrir um inquérito para apurar as causas do despiste do autocarro dos Transportes Colectivos do Barreiro (TCB) no terminal de transportes, que causou um ferido grave e sete ligeiros.

“Ainda não sabemos dizer o que esteve na origem do acidente, mas vamos abrir um inquérito para perceber o que se passou. Trata-se de um autocarro com todas as condições e de um motorista com cerca de 30 anos de experiência”, disse à agência Lusa o presidente da Câmara do Barreiro, Frederico Rosa (PS).

O autocarro dos TCB, um serviço municipalizado da autarquia barreirense, despistou-se no terminal cerca das 19h45, subiu o passeio e entrou na zona destinada à entrada e saída de passageiros do transporte fluvial, causando um ferido grave e sete ligeiros, entre eles uma criança.

O ferido grave é o motorista do autocarro dos TCB, que foi transportado para o hospital Garcia de Orta, em Almada, enquanto os outros sete feridos, todos ligeiros, foram encaminhados para o hospital do Barreiro.

O autarca, que esteve no local do acidente e se deslocou depois ao hospital do Barreiro para se inteirar da situação dos feridos, elogiou a intervenção rápida das duas corporações de bombeiros do concelho e da PSP.

“Foi uma intervenção rápida e foi possível, em pouco tempo, fazer a triagem dos feridos no local e encaminhar para o hospital. A informação que me deram sobre o motorista é que ficou encarcerado, foi estabilizado no local e não corre risco de vida”, salientou.

Frederico Rosa referiu que a criança foi assistida no hospital do Barreiro, mas já teve alta.

Foram chamados ao local do acidente 24 operacionais e 11 viaturas dos Bombeiros Voluntários do Barreiro - Corpo de Salvação Publica, Bombeiros Voluntários do Sul e Sueste, a VMER do hospital do Barreiro e a PSP.