Quer ajudar vítimas de ciclone em Moçambique? Saiba como doar dinheiro, roupas ou alimentos

Cruz Vermelha, Cáritas e Unicef pedem donativos em dinheiro. CTT recebem roupas a partir de 25 de Março até 8 de Abril.

Foto
daniel rocha

Os sobreviventes do ciclone Idai, que provocou cerca de 400 mil desalojados em Moçambique, precisam de ajuda. Há muitas formas de apoiar as comunidades afectadas, são várias organizações que estão a recolher dinheiro e determinados bens para ajudar as vítimas desta catástrofe que causou, de acordo com o último balanço desta sexta-feira, pelo menos 294 mortos só em Moçambique.

Cruz Vermelha

A Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) começou por enviar 5 mil euros do seu fundo de emergência para catástrofes e lançou uma campanha de angariação de donativos para reforçar de forma significativa este fundo, em cooperação com as várias delegações da organização em todo o mundo. A organização estima que serão necessários cerca de 8,8 milhões de euros. Em Portugal, os donativos podem ser feitos através do site da CVP ou na conta bancária com o IBAN PT50 0010 0000 3631 9110 0017 4, por multibanco, escolhendo a opção Pagamento de Serviços (entidade 20 999 e referência 999 999 999).

UNICEF

A UNICEF também tem em curso uma campanha de angariação de fundos, esta para apoiar cerca de 260 mil crianças afectadas pela catástrofe em Moçambique. Os donativos podem ser efectuados no site da organização, ou por transferência na conta PT50 0033 0000 5013 1901 2290 5, por multibanco (entidade 20 467, com a referência 777 777 777) ou através do MBWay para 919 919 939. Também é possível contribuir através de um donativo por correio  (cheque em nome do Comité Português para a UNICEF) para o endereço Rua António Augusto Aguiar, 21 -3E, 1069–115 Lisboa. É ainda possível contribuir a partir da página de Facebook.

Cáritas Portuguesa

Já a Cáritas Portuguesa, que está a trabalhar em conjunto com a Cáritas Moçambicana, para apoiar as dioceses daquele país, anunciou que está a receber donativos para o seu fundo de emergências internacional. Os contributos para este fundo podem ser efectuados por transferência bancária para o IBAN  PT50 0033 0000 01090040150 12.

Doar bens através dos CTT

Se prefere doar bens, os CTT já anunciaram que vão arrancar com uma campanha de recolha de roupas para enviar para Moçambique. Começa na próxima segunda-feira, dia 25, e decorre até 8 de Abril, em parceria com os Correios de Moçambique. A empresa explicou em comunicado que basta chegar a “uma das 538 lojas CTT espalhadas por todo o país, pedir uma embalagem solidária, colocar o donativo e o envio será realizado de forma gratuita”.

Fundação Benfica

Quem pretender doar alimentos enlatados, pode fazê-lo através da Fundação Benfica, que os recolhe, através das Casas do Benfica espalhadas pelo país ou no Estádio da Luz, até 31 de Março.

Fundação Sporting

A Fundação Sporting também aceita alimentos para enviar para Moçambique no seu Multidesportivo, em parceria com a CVP, e no dia 3 de Abril, no Estádio José Alvalade, promove uma recolha de bens, no dia do segundo jogo da meia-final da Taça de Portugal contra o Benfica.

Bombeiros de Lisboa

Em Lisboa, a câmara municipal anunciou que recebe alimentos enlatados com prazos de validade prolongado, além de outros bens prioritários, como medicamentos, produtos para o tratamento de água e produtos de higiene pessoal e limpeza de instalações, em 11 quartéis do Regimento de Sapadores de Lisboa, que estão abertos 24 horas por dia.

São os seguintes os pontos de recolha nos quartéis do Regimento de Sapadores Bombeiros em Lisboa:

D. Carlos I, Martim Moniz, Graça, Defensores de Chaves, Santo Amaro, Monsanto, Alvalade, Benfica, Marvila, Encarnação, Alta Lisboa

Médicos do Mundo 

A Médicos do Mundo (MdM) lançou uma angariação de fundos para apoiar a operação de emergência, em Moçambique, numa parceria com a Cruz Vermelha Portuguesa.

No aeroporto da Beira vai ser montado um hospital de campanha com 50 camas. A equipa, composta por médicos, enfermeiros, pessoal logístico e farmacêuticos, vai reforçar a prestação de cuidados primários de saúde. A MdM será responsável pela gestão da farmácia do hospital de campanha e apoio medicamentoso às unidades hospitalares locais.

Para suportar esta operação, a Médicos do Mundo iniciou uma angariação de fundos. Os donativos podem ser feitos por transferência bancária, através da conta de emergência PT50 0035 0551 00007722130 32.