Madeira e Porto Santo recebem Campeonato de Portugal de Cruzeiros

A competição de vela vai realizar-se entre 11 e 14 de Julho e pretende assinalar os 600 anos da descoberta do arquipélago madeirense.

Foto
A competição contará com regatas na frente de mar do Funchal DR

A Madeira será palco entre 11 e 14 de Julho do Campeonato de Portugal de Cruzeiros (CPC), prova que faz parte do programa das comemorações dos 600 Anos da descoberta do arquipélago. Com o apoio do governo regional madeirense, através da Direcção Regional de Turismo, e organização da Federação Portuguesa de Vela (FPV), Associação Nacional de Cruzeiros e Associação Regional de Vela da Madeira (ARVM), a competição contará com embarcações nacionais e internacionais com certificado ORC, mas haverá também uma classe “OPEN - Turismo à Vela”, destinada a embarcações que não constem do ranking da FPV.

O objectivo é “celebrar os 600 anos da descoberta da Madeira e de Porto Santo como tudo começou, com Gonçalves Zarco, Tristão Vaz Teixeira e Bartolomeu Perestrelo” e, por isso, a ARVM manifestou à FPV o interesse em organizar “um evento desportivo de âmbito nacional” que permitisse “homenagear os velejadores”, que, em 1418 e 1419, chegaram às ilhas madeirenses.

Sérgio Jesus, presidente da ARVM, explica em declarações ao PÚBLICO que o CPC terá início “a 11 de Julho com regatas em Porto Santo, sendo que no dia seguinte a frota seguirá para a Madeira, com passagem pelas ilhas Desertas. No dia 13, há provas na costa Leste/Sul, ao largo do Machico e de Santa Cruz e, no último dia, as regatas serão na frente de mar do Funchal.”

Para além da parte competitiva, o dirigente associativo destaca a vertente lúdica do evento, para o qual as inscrições estão abertas até 31 de Maio. “Os armadores que pretenderem, podem permanecer no arquipélago até dia 22. Estamos a negociar com os concessionários e as administrações dos portos da Madeira e do Porto lugares de amarração, permitindo que a participação não se limite a uma lógica de competição. Temos também um programa social que permitirá que os acompanhantes dos armadores e tripulantes tenham durante os dias de prova várias actividades.”

Após receber em 2016 e 2017 etapas das Extreme Sailing Series, competições disputadas nos velozes catamarãs GC32, a Madeira pretende, segundo Sérgio Jesus, “manter uma dinâmica associada à realização de eventos nacionais e internacionais, conseguindo assim promover a vela e atrair visitas à região, potenciando a Madeira como destino de vela, visto ter condições ímpares para a prática deste desporto”. “Queremos manter a lógica que na Madeira é possível fazer mais do que o institucional, associando a região a um destino de mar e assegurando a promoção em canais que normalmente não temos acesso”, refere o presidente da ARVM.

Juntamente com o CPC, fazem parte das comemorações dos 600 anos da descoberta do Porto Santo e da Madeira a organização da regata transatlântica Discoveries Race 2019, que terá lugar em Agosto, com início em Viana do Castelo, e destino final as Canárias, com passagem pelo Funchal. Uma prova do circuito nacional da classe J22 e o Festival Náutico 600 Anos, que contempla uma parada e um conjunto de actividades náuticas, são os restantes eventos alusivos às celebrações.