Bayern “atropelou” e já é líder, Borussia “apenas” cumpriu

Apesar de o Borussia também ter vencido, os seis golos marcados pelos “bávaros” dão um melhor saldo entre golos marcados e sofridos, critério de desempate utilizado na Bundesliga.

Jogadores do Bayern festejam frente ao Wolfsburgo.
Foto
Jogadores do Bayern festejam frente ao Wolfsburgo. Reuters/MICHAEL DALDER

Há novo líder de campeonato, na Alemanha, e a diferença está nos golos. O Bayern Munique chegou à liderança da Bundesliga, neste sábado, depois de bater o Wolfsburgo, por 6-0. Este resultado permitiu aos “bávaros” capitalizarem a vitória do Borussia Dortmund, frente ao Estugarda, por “apenas” 3-1, chegando à liderança através do melhor saldo de golos, critério de desempate utilizado na Bundesliga.

Em Munique, Gnabry “desbloqueou” o jogo, aos 34 minutos, três antes de Lewandowski ampliar, tornando-se o melhor marcador estrangeiro da história da Bundesliga (ultrapassou Claudio Pizarro).

James Rodríguez, ex-FC Porto, Müller, recentemente afastado da selecção alemã, e Kimmich ainda fizeram o terceiro, quarto e quinto golos, dando ao Bayern conforto suficiente para ainda fazer entrar Renato Sanches, aos 74 minutos. Lewandowski, já aos 85 minutos, fez a “meia dúzia”.

Mais a norte, em Dortmund, o Borussia fez o que lhe competia, mas, apesar de também ter vencido – 3-1 ao Estugarda –, os cinco golos marcados pelos “bávaros” dão um melhor saldo entre golos marcados e sofridos, “empurrando” o Dortmund para o segundo lugar. O Borussia, que teve Raphaël Guerreiro em campo durante 79 minutos, venceu apenas dois dos últimos cinco jogos, permitindo a aproximação do Bayern, nas últimas semanas, e a ultrapassagem, neste sábado.