Pexels
Foto
Pexels

Ciências Biomédicas: o melhor projecto de investigação pode ganhar 15 mil euros

O Prémio Príncipe da Beira Ciências Biomédicas tem 15 mil euros para dar ao melhor plano de investigação na área. Candidaturas decorrem até 31 de Maio.

Se és investigador na área das Ciências Biomédicas, tens menos de 40 anos e um plano de trabalhos com potencial podes receber um subsídio de 15 mil euros (divididos em três prestações) e ajuda para pôr as tuas ideias em prática. O Prémio Príncipe da Beira Ciências Biomédicas quer “distinguir um investigador de excelência na área”, português ou estrangeiro, e “apoiar o seu plano de pós-graduação”, a ser realizado numa instituição de investigação nacional ou estrangeira (ou em ambas).

Para concorrer, deves preencher o formulário electrónico e enviar o teu plano de trabalhos, que deverá ser "original", com período de execução de, no mínimo, um ano, e ser "enquadrado nos estudos pós-graduados, nomeadamente de doutoramento". As candidaturas terminam a 31 de Maio e serão, depois, avaliadas por um painel de júris presidido por Rui Reis, professor catedrático da Universidade do Minho.

Esta é a terceira edição da iniciativa promovida pela Fundação D. Manuel II, pela Universidade do Minho e pelo município de Guimarães, que pretende “premiar anualmente a excelência científica e contribuir para abrir novos caminhos na investigação aplicada e ética no domínio das Ciências Biomédicas”. O regulamento pode ser consultado aqui.