FABIAN IRSARA/UNSPLASH
Foto
FABIAN IRSARA/UNSPLASH

A Bright Pixel quer conhecer as tuas ideias de negócio

Até 22 de Fevereiro, podes candidatar ideias de negócio em retalho, cibersegurança, telecomunicações e tecnologias emergentes. A Bright Pixel tem 30.000 euros em prémios.

Ajudar a criar os melhores negócios nas áreas de cibersegurança, retalho, telecomunicações e tecnologias emergentes é o objectivo da Bright Pixel, uma empresa de investimento e incubação de startups (que faz parte do grupo Sonae, dono do PÚBLICO) que lançou um concurso para empreendedores destas áreas. O prémio ultrapassa os 30.000 euros e as inscrições estão abertas até 22 de Fevereiro.

Depois de se inscreverem, os candidatos devem enviar uma apresentação do projecto à equipa da Bright Pixel até dia 25 do mesmo mês. Qualquer pessoa, com ou sem ideias definidas, sozinha ou em equipa, com protótipo ou não, pode candidatar-se. As ideias de negócio deverão ser dirigidas a empresas e dentro das quatro áreas de actuação da Bright Pixel.

Quem fizer as melhores apresentações será convidado para estar frente a frente com o júri, durante o evento Insert Coin Live, marcado para 22 de Março em Lisboa, a propósito da 3.ª edição do Pixels Camp, o “maior evento português de tecnologia e criatividade”. O vencedor é anunciado nesse dia e terá direito a um prémio no valor monetário de 1000 euros, acrescido de 30.000 euros em serviços prestados pela Bright Pixel, entre os quais apoio no desenvolvimento tecnológico e design, construção da equipa, questões jurídicas ou de comunicação, orientados para o desenvolvimento de um produto.