Foto

Januhairy chegou para acabar com a repulsa por pêlos

O novo desafio, lançado por uma estudante de teatro, quer derrubar padrões duplos relacionados com pêlos e incentivar as mulheres a não se depilarem (se assim o desejarem).

Julho foi o mês em que um anúncio a produtos depilatórios mostrou finalmente pêlos — nas axilas, pernas e virilhas de mulheres, que se preparavam para os arrancar. Em Janeiro, começou uma campanha que não só quer mostrá-los, como também incentivar quem os quiser deixar crescer a não se depilar.

O Januhairy é o mais recente desafio do primeiro mês do ano — chega depois do Veganuary — e foi criado por Laura Jackson, 21 anos. A estudante de teatro inglesa deixou crescer os pêlos para uma peça, em Maio. E, umas semanas depois, começou a gostar do que via. “Embora eu me sentisse confiante comigo mesma, outras pessoas não compreendiam porque é que eu não me depilava. Percebi que ainda falta muito para nos aceitarmos uns aos outros verdadeiramente.”

“Só quero que as mulheres se sintam confortáveis nos seus próprios corpos”, escreveu. Para isso, além da campanha no Instagram, criou ainda um crowdfunding que pretende angariar cerca de 1100 euros para um programa educacional sobre imagem corporal, que tem vindo a ser desenvolvido pela Body Gossip, uma organização sem fins lucrativos. Laura criou também uma hashtag #januhairy – que já reuniu mais de 2500 publicações, algumas delas de mulheres que decidiram parar de se depilar. Pelo menos em Janeiro.