Policial em lume brando

A primeira temporada de Mr. Mercedes está disponível no serviço AXN Now.

Fotogaleria
Brendan Gleeson interpreta um ex-detective a lidar mal com a sua condição de reformado DR
Fotogaleria
Brady Hartsfield é um rapaz que esconde a sua psicopatia por trás de uma máscara de normalidade DR

A indústria do entretenimento audiovisual não se cansa de Stephen King nem das suas dezenas de livros. Todos os anos é ano de Stephen King, seja por lançar, pelo menos, um livro novo anualmente desde 1974, seja por um filme ou uma série de televisão com o seu nome, nem todos com o seu selo de aprovação – é célebre o seu desdém pelo Shinning de Stanley Kubrick. Muitas vezes, e para que não haja confusões sobre quem é o verdadeiro autor da coisa, o próprio King está envolvido nas adaptações dos seus livros como é o caso deste Mr. Mercedes, cuja primeira temporada está disponível em Portugal no AXN Now, um serviço vídeo-on-demand disponível no Meo Séries.

Produzido em 2017 para um canal de cabo, Mr. Mercedes já tem uma segunda temporada, que segue o terceiro livro da trilogia que King dedicou ao detective Bill Hodges, e terá uma mais uma terceira série. Ao leme da produção está David E. Kelley, um especialista de séries de advogados (As Teias da Lei, Boston Legal), e, para além de King, tem Dennis Lehane, celebrado escritor de policiais, como um dos principais argumentistas, o que faz todo o sentido em Mr. Mercedes, que não tem uma uma dimensão sobrenatural ou extraterrestre como acontece em algumas das obras mais conhecidas de Stephen King.

É aquilo que se poderia chamar de policial clássico, a história de um detective reformado (Brendan Gleeson) atormentado pela memória de um crime que nunca resolveu (dezenas de pessoas atropeladas por um homem que conduzia um Mercedes), ao mesmo tempo que recebe mensagens do próprio assassino (Harry Treadaway) a desafiá-lo a continuar a perseguição. Como este não é um “whodunnit” à moda de Poirot (com uma revelação inesperada no último acto), o segredo está em tudo o resto e Mr. Mercedes é um policial em lume brando que revela pouco de cada vez.

Vamos vendo um bocadinho da vida de Bill Hodges, o ex-detective, a lidar mal com a sua condição de reformado, e vamos vendo um bocadinho da vida dupla de Brady Hartsfield, o rapaz que esconde a sua psicopatia por trás de uma máscara de normalidade como menino da mamã e empregado numa loja de electrónica. Vamos alternando entre a história de ambos, numa sucessão de pequenas surpresas e pequenos sustos, até ao momento em que inevitavelmente se irão cruzar.