Maria João Pires vai dar mais dez concertos em Belgais até Maio

Programação seguirá o curso do rio Danúbio, da sua nascente na Alemanha até à foz no delta do Mar Negro.

Foto
ELVIRA URQUIJO/EPA

Entre Janeiro e Maio de 2019, Maria João Pires vai realizar dez concertos no Centro de Artes de Belgais, em Castelo Branco, anunciou a intérprete na sua página oficial de Facebook e na página oficial daquele centro instalado na Casa Belgais, em Escalos de Baixo, Castelo Branco. A pianista regressou recentemente ao Centro de Artes de Belgais para uma série de sete recitais realizados entre os dias 14 e 29 deste mês de Dezembro. 

Ao ritmo de dois concertos por mês, a programação irá seguindo O Fio do Danúbio, indo da nascente alemã daquele rio a Viena e Budapeste, e prosseguindo depois até à foz, no delta do Mar Negro, entre a Roménia e a Ucrânia.

O ciclo tem início a 19 e 20 de Janeiro de 2019, sob o tema As Fontes e a Alemanha, com um recital de Maria João Pires e da pianista arménia Lilit Grigoryan. As duas intérpretes têm vindo a actuar em conjunto, com destaque para o repertório para piano a quatro mãos de Mozart e Schubert, tendo-se já apresentado em salas de Itália, França e Espanha.

No início da sua carreira, Grigoryan, foi residente da Queen Elisabeth Music Chapel, na Bélgica, onde trabalhou sob orientação de Maria João Pires. Desde então as duas pianistas têm colaborado, nomeadamente no projecto Partitura, de formação e apoio a novos intérpretes, lançado por Maria João Pires em 2017.

Os concertos de Maria João Pires em Fevereiro estão anunciados para os dias 16 e 17, sob o tema Através da Áustria; em Março, também nos dias 16 e 17, terão como tema O Danúbio em Viena.

Em Abril, Maria João Pires realizará os dois concertos nos dias 27 e 28, sob o tema Em direcção à Hungria; em Maio, para os recitais de 18 e 19, a pianista escolheu o tema De Budapeste ao Delta.

Ao longo deste mês de Dezembro, a pianista cumpriu uma série de sete actuações com que consumou o seu aguardado regresso ao Centro de Artes de Belgais.

Sugerir correcção