Vítor Murta vai suceder a João Loureiro na liderança do Boavista

O actual presidente não se irá recandidatar. Vice-presidente é o único candidato às eleições do clube boavisteiro

Foto
DR

João Loureiro vai deixar de ser presidente do Boavista. O ainda presidente dos “axadrezados” anunciou nesta quarta-feira, num comunicado publicado no Facebook do clube portuense, que não vai concorrer a mais um mandato alegando "várias e importantes razões de ordem pessoal". Vítor Murta, até agora vice-presidente, é o único candidato à liderança dos boavisteiros.

As eleições do Boavista, que segundo o PÚBLICO apurou deverão realizar-se ainda neste mês, terão assim apenas uma única lista candidata, liderada por Vítor Murta, actual vice-presidente e que liderou o clube após a suspensão do mandato de João Loureiro em 2007. Tavares Rijo será o candidato à presidência da Mesa da Assembleia Geral e Joaquim Agostinho irá liderar o Conselho Fiscal.

No longo comunicado partilhado nas redes sociais dos “axadrezados” João Loureiro, que é agora candidato a presidente do Conselho Geral, refere que considera “estar no essencial concluído” aquilo a que se propus e anunciou “quando, fazem agora exactamente seis anos”, se decidiu a “candidatar de novo à presidência” do Boavista.

“Para que tenha podido em consciência tomar esta decisão, muito contribui também saber que há quem, além de mais jovem e como tal com a energia necessária para o efeito, tem também vontade, capacidade e já alguma experiência para assumir as muito exigentes funções que tive e ainda terei até formalmente terminar o meu mandato. E daí também só agora vos anunciar esta minha decisão", acrescenta ainda João Loureiro, que liderava o Boavista quando o clube venceu o título nacional, na época 2000-01.