As mentiras de Michael Cohen deixam Trump mais próximo da Rússia

O advogado norte-americano Michael Cohen, que foi durante vários anos um dos mais próximos e leais colaboradores de Donald Trump, declarou-se culpado de mentir ao Congresso sobre as negociações de um projecto imobiliário em Moscovo.

Subscreva o programa Fogo e Fúria no iTunesSoundCloudSpotify e nas aplicações para podcasts. Descubra outros programas em publico.pt/podcasts.