Sílvia Nunes ganhou o prémio "Melhor Enfermeira" da região Leste de Inglaterra
Foto
Sílvia Nunes ganhou o prémio "Melhor Enfermeira" da região Leste de Inglaterra NELSON GARRIDO

Em Portugal não tinha emprego como enfermeira, no Reino Unido ganhou um prémio

Sílvia Nunes licenciou-se em Portugal, mas nunca conseguiu arranjar emprego na área de enfermagem. A exercer no Reino Unido, acabou de ganhar o prémio de ''melhor enfermeira''.

"Melhor Enfermeira" da região Leste de Inglaterra: Sílvia Nunes, a enfermeira de 33 anos que rumou ao Reino Unido para procurar um emprego que não encontrava em Portugal, acabou por ganhar um dos dois prémios para o qual estava nomeada nos Great British Care Awards. 

O prémio da categoria de "Care Registered Nurse" pretende reconhecer um profissional de cuidados de longa duração que demonstre excelentes qualidades clínicas e de gestão e "um alto nível de dedicação e apoio às pessoas que ajuda".

Depois de terminar a licenciatura na Escola Superior de Saúde do Vale do Ave, em 2013, Sílvia tentou encontrar emprego em Portugal na sua área, mas sem sucesso. Apesar de quase não falar inglês, em 2014 decidiu rumar ao Reino Unido em busca de uma posição na área da enfermagem. 

Começou como auxiliar num lar, enquanto esperava pelo PIN [cartão profissional] para exercer através da Ordem dos Enfermeiros do Reino Unido, que demorou 10 meses. Depois de auxiliar passou a enfermeira e a enfermeira-chefe e é hoje vice-directora do lar Ford Place, em Thetford, uma cidade que fica a 140 quilómetros de Londres.

No documento de nomeação para o prémio são referidas várias acções atribuídas a Sílvia Nunes, como a introdução de um reforço de nutrição, através de doses reforçadas de lacticínios, fruta ou mel, para compensar o corte do financiamento público dos suplementos alimentares. Sugeriu ainda alterações na alimentação ou medicação para melhorar o bem-estar, o aumento de peso ou que ajudaram no tratamento de feridas.

Já em 2017, Sílvia Nunes tinha sido nomeada para os National Care Awards por superiores, colegas e residentes do lar de idosos onde trabalhava e foi pelo segundo ano consecutivo uma das cinco finalistas dos prémios nacionais de saúde, que serão conhecidos a 30 de Novembro.

O lar Ford Place, onde Sílvia Nunes trabalha, também está nomeado para a categoria de "Care Home of the Year" [Lar de Idosos do Ano] dos National Care Awards.