Madeira em "alerta máximo" devido ao furacão Leslie. TAP cancela voos

Previsão é de rajadas de 80 km/hora na costa e 110/120 km para sábado. Mas a incerteza em relação à trajectória do Leslie é "anormalmente elevada".

A passagem do Leslie perto da Madeira poderá trazer ondas de até 7 a 8 metros de altura máxima
Foto
A passagem do Leslie perto da Madeira poderá trazer ondas de até 7 a 8 metros de altura máxima Paulo Pimenta/Arquivo

[ATENÇÃO: Para informação actualizada sobre a tempestade Leslie, clique aqui]

O dispositivo de socorro na Região Autónoma da Madeira está em "alerta máximo" devido à aproximação do furacão Leslie, que deverá atingir o arquipélago a partir das 7h de sábado, indicou hoje o executivo regional.

Fonte da Secretaria Regional da Saúde, que tutela do Serviço de Protecção Civil, referiu à agência Lusa que foram "accionados todos os procedimentos" de acordo com o grau do alerta, que é amarelo para as regiões montanhosas e laranja para a zona costeira, com ondas de cinco a sete metros, podendo atingir 10 a 12 metros do quadrante oeste, e precipitação por vezes forte e acompanhada de trovoada.

O director do Observatório Meteorológico do Funchal apontou esta sexta-feira "uma grande probabilidade" de o furacão Leslie passar a norte da Madeira no sábado, mantendo-se esta, contudo, suficientemente afastada do núcleo com rajadas de 180 km/hora.

"A previsão é que passe suficientemente a norte e a Madeira não ser significativamente ou muito afectada", revelou o responsável, Vítor Prior, em declarações à Lusa.

Mas, acrescentou, "se deslocar mais 50 quilómetros a norte ou mais 50 quilómetros a sul pode fazer a diferença toda".

"Se passar 50 quilómetros mais a norte, o vento já será bastante fraco, mas se passar 50 quilómetros mais a sul o vento poderá ser extremamente forte", alerta.

"Aquilo que se prevê nas regiões costeiras são rajadas da ordem dos 80 km/hora e nas regiões montanhosas poderá variar entre os 110 a 120 km/hora, a começar no início da manhã de sábado", adiantou.

Quanto ao estado do mar, e no final da manhã, haverá "um aumento bastante significativo da altura das ondas, passando de 1 a 1,5 metros para 4 a 5 metros e para 7 a 8 metros de altura máxima".

A precipitação, segundo Vítor Prior, "não aponta para valores muito altos", porém a "massa de ar é bastante instável, muito quente, a temperatura da água do mar nesta zona anda nos 25º e 26º e isso poderá potenciar o desenvolvimento de algumas nuvens".

De acordo com o responsável, esta situação poderá dar origem, de forma pontual e localmente, "a valores de precipitação superiores àqueles que estão previstos".

"O sábado é o dia de maior gravidade, mas continua no domingo com ventos ainda fortes", concluiu.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera alertava, em comunicado, para uma incerteza "anormalmente elevada" em relação à trajectória do Leslie. Por isso, "o arquipélago da Madeira está neste momento sob vigilância, existindo uma probabilidade de 60 a 80% das ilhas da Madeira e Porto Santo começarem a sofrer os efeitos do Leslie" no sábado, a partir das 7h na Madeira.

Zonas costeiras interditas. Câmaras emitem avisos

As câmaras municipais da região autónoma emitiram, entretanto, diversos avisos à população, alertando para a previsão de mau tempo.

No Funchal, a autarquia decidiu encerrar todos os complexos balneares no sábado, bem como condicionar os acessos a toda a frente mar do concelho a partir das 22h desta sexta-feira, nomeadamente à Praia Formosa, onde será removido o passadiço marítimo, bem como ao Lido, à Doca do Cavacas e à Praia de São Tiago.

A câmara informou também que serão encerrados os acessos ao Parque Ecológico do Funchal a partir desta noite e, por outro lado, vai reforçar o dispositivo dos Bombeiros Sapadores.

Medida semelhante foi tomada pelo Instituto de Florestas e Conservação da Natureza, que decidiu encerrar os percursos pedestres e alguns caminhos florestais.

O comando da Zona Marítima da Madeira (ZMM) emitiu, por seu lado, um alerta dirigido não só à comunidade marítima que se encontra no mar, mas também à população em geral que frequenta zonas costeiras, sendo que as recomendações vão no sentido de que não se pratiquem passeios junto ao litoral e que os pescadores lúdicos não realizem a sua actividade.

As autoridades marítimas salientam que o dispositivo naval será reforçado com a chegada hoje da corveta João Roby, para aumentar a "capacidade de resposta em situações de busca e salvamento marítimo", bem como "apoiar os órgãos de protecção civil regionais".

TAP cancela e antecipa voos

Em comunicado, a transportadora aérea portuguesa alerta para a possibilidade de a "operação regular de e para o Funchal e de e para Porto Santo" poder ser afectada pela passagem do Leslie.

Os três primeiros voos de sábado, com partida da Madeira, serão antecipados e irão realizar-se durante a noite desta sexta-feira. Todos os outros voos previstos para sábado, até às 18h, serão cancelados. 

Na mesma nota, dá aos seus clientes com voos marcados para os dias 13, 14 e 15 de Outubro a possibilidade de alterarem os voos sem qualquer custo adicional. 

A previsão de mau tempo para o arquipélago da Madeira motivou também a Porto Santo Line a suspender as viagens marítimas para o Porto Santo.

Sugerir correcção