Uma lixeira subaquática ao redor das ilhas gregas

Stelios Misinas/Reuters
Fotogaleria
Stelios Misinas/Reuters

Mergulhou nas águas cristalinas ao redor das ilhas gregas e quando emergiu trouxe até à superfície provas de um verdadeiro cemitério subaquático. Encalhados no fundo do mar, próximo da ilha de Thasos, o fotojornalista grego Stelios Misinas encontrou uma âncora que já não prende barco algum, pneus, cadeiras, microondas, garrafas, latas. À volta dos objectos em fim de vida, várias espécies marinhas conseguiram adaptar-se e criar habitats pouco naturais — mas os efeitos do lixo marinho são uma ameaça à biodiversidade. E formam um mar de lixo que tem de ser parado em terra.

Stelios Misinas/Reuters
Stelios Misinas/Reuters
Stelios Misinas/Reuters
Stelios Misinas/Reuters
Stelios Misinas/Reuters
Stelios Misinas/Reuters