Miguel Oliveira confiante num "bom resultado" no GP de São Marino

O português ocupa o segundo lugar no Mundial de Moto2, a três pontos do líder Francesco Bagnaia.

Foto
LUSA/ROMAN RIOS

Ultrapassada a "tristeza" pelo cancelamento do Grande Prémio da Grã-Bretanha de Moto2 devido às condições de segurança no circuito de Silverstone, Miguel Oliveira aponta baterias à corrida em São Marino, onde acredita que pode conseguir "um bom resultado".

"Fiquei triste por não ter podido correr no GP da Grã-Bretanha. Foi a primeira vez que me aconteceu, mas acredito que todas as partes envolvidas [na decisão] puseram a segurança dos pilotos em primeiro lugar", comentou Miguel Oliveira, em declarações divulgadas pela equipa KTM Ajo.

O piloto de Almada revelou que aproveitou a semana passada para efectuar alguns testes em Aragão, que permitiram tirar "conclusões positivas" para "as próximas corridas".

Agora segue-se o GP de São Marino, em Misano, um circuito onde acredita que pode "ter um bom resultado". "No ano passado lutámos pelo pódio. Sei que podemos melhorar e estamos prontos para atingir o nosso objectivo mais uma vez, e lutar por estar no pódio", disse Miguel Oliveira, prometendo "dar tudo".

O português ocupa, actualmente, o segundo lugar no Mundial de Moto2, a três pontos do líder Francesco Bagnaia. Desde que subiu à categoria intermédia do campeonato do mundo de velocidade, o piloto da KTM nunca conseguiu pontuar em Misano, onde foi segundo em 2015, então nas Moto3.