Arquivada queixa do Benfica contra Brahimi

Comissão de Instrutores da Liga considerou que não era "inequívoco" o comportamento denunciado pelos "encarnados".

Foto
LUSA/JOSÉ COELHO

A Comissão de Instrutores da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) arquivou a queixa do Benfica contra o extremo Brahimi, na sequência do encontro entre o FC Porto e o Desp. Chaves, da 1.ª jornada da Liga.

O argumento invocado para sustentar o arquivamento foi a ausência de uma prova inequívoca do comportamento incorrecto do jogador argelino, que o Benfica acusa de agredir um adversário no relvado.

“Da visualização das imagens não resulta claro, evidente e inequívoco o comportamento denunciado”, foi a justificação apresentada e contestada já na tarde desta quinta-feira pelo vice-presidente do Benfica Varandas Fernandes.

"Infelizmente não é ironia. Esta decisão é mesmo uma realidade. E é tão mais grave quanto sabemos que esta decisão foi tomada sem ouvir nenhum dos intervenientes. Queremos deixar muito claro que não nos vamos calar", sublinhou o dirigente.