Fotogaleria
House of Trash
Fotogaleria
House of Trash Miniwiz
Fotogaleria
House of Trash Miniwiz
Fotogaleria
House of Trash Miniwiz
Fotogaleria
House of Trash Miniwiz
Fotogaleria
House of Trash Miniwiz
Fotogaleria
House of Trash Miniwiz

Em Milão há uma casa onde tudo é feito de lixo

A House of Trash é uma criação da Miniwiz, uma empresa tailandesa de design sustentável. Tudo o que faz parte de uma casa — desde a decoração à mobília — é feito de resíduos reciclados.

De lixo para peças de decoração, mobília, arte e até pratos e copos. Na House of  Trash, em Foro Bonaparte, bem no centro da cidade de Milão, há uma casa em que tudo é feito de lixo e onde os resíduos pós-consumo estão a viver a sua segunda vida.

O projecto de design verde é da autoria da Miniwiz, uma empresa tailandesa que tem como missão “lidar com a grande disparidade entre sustentabilidade, reciclagem e eco consciência” na esfera do design. 

De acordo com o site da Miniwiz, a House of  Trash é “uma demonstração a 360 graus que pretende apresentar tudo o que pode ser feito se os resíduos de consumo forem convertidos em produtos utilizáveis”.

"Na indústria doméstica, todo o designer quer criar algo novo que cause impacto, com formas extravagantes e materiais únicos. Estas criações deixam de lado o que deve ser um óptimo design", disse o fundador Arthur Huang ao site MBG. "Um bom projecto de design deve resolver problemas, não criá-los. A Miniwiz recolheu lixo em toda a União Europeia, decompondo-o e transformando-o em bens domésticos.”

Depois da sua inauguração, está previsto que a casa se torne o lar permanente de empresas sustentáveis que queiram exibir inovações ecológicas. O espaço vai permitir que indivíduos e empresas de todas as origens se unam e colaborem em ideias relacionadas com a sustentabilidade, reciclagem e eco consciência e, mais tarde, torná-lo aberto ao público como uma espécie de museu vivo.

"O lixo é uma fonte abundante e altamente valiosa de plásticos, metais e fibras de grande qualidade, tudo materiais perfeitamente elegíveis para serem usados e reutilizados várias vezes", acrescentou Arthur Huang. "Acreditamos que tudo pode ser feito de lixo."

Desde 2005 que a Miniwiz tem vindo a desenvolver projectos relacionados com o desperdício zero, incluindo um prédio de vários andares feito de mais de um milhão de garrafas de plástico.