Fernando Santos: "Se Cristiano jogar sozinho, Portugal vai perder"

O seleccionador nacional espera um jogo equilibrado frente ao Uruguai.

Fernando Santos
Foto
Fernando Santos Reuters/HENRY ROMERO

Um pouco agastado com as recorrentes perguntas sobre a dependência da selecção portuguesa da sua principal estrela, Cristiano Ronaldo, Fernando Santos garantiu nesta sexta-feira, em Sochi, que, se jogar sozinho, o Bola de Ouro não conseguirá derrotar o Uruguai. “Portugal ou qualquer outra equipa do mundo depende sempre dos melhores jogadores. Como o Uruguai depende de Suárez e Cavani. Mas se Cristiano jogar sozinho Portugal vai perder”, garantiu o seleccionador nacional, na antecipação do encontro de sábado.

Fernando Santos garantiu que Portugal preparou muito bem este confronto com os sul-americanos e acredita que a selecção será bem sucedida: “Acredito que Portugal poderá vencer o jogo, mas admito que o Uruguai é uma grande equipa. Ainda não sofreu qualquer golo em 2018.”

E qual é a principal qualidade do adversário? “A maior virtude do Uruguai é a equipa do Uruguai”, esclareceu, destacando a experiência do seu colega Óscar Tabárez à frente do conjunto “celeste” que dura há 12 anos. “É uma equipa fortíssima em todos os sectores e não se lhe encontram muitas fraquezas. É homogénea e forte em todos os momentos do jogo.”

Fernando Santos preferiu insistir na necessidade de ter uma equipa pronta para tudo. "Espero que a minha equipa esteja totalmente focada. É preciso lutar muito, correr muito, mas depois também é preciso colocar em campo todas as nossas capacidades. Se não formos tão fortes como a equipa do Uruguai, vamos sofrer. Espero que a minha equipa seja tão forte como a do Uruguai e então sim, que depois o Cristiano faça a diferença."

Considerando que Portugal, na fase de grupos, competiu "num dos grupos mais difíceis do Mundial", Santos está à espera que a selecção portuguesa vá subindo de rendimento à medida que a competição vai decorrendo. E terminou lembrando que o adversário de sábado está repleto de jogadores de qualidade: "Tem dois jogadores do Atlético de Madrid, um que joga no Inter de Milão, outro na Juventus, e na frente tem um que alinha no PSG e outro no Barcelona."