Guarda-rios voltam ao Tejo

Ministro do Ambiente visitou esta quinta-feira estaleiro onde está instalado equipamento de remoção de lamas do Tejo, em Vila Velha de Ródão.

Remoção de lamas no Tejo junto às Portas de Ródão começou na esta semana
Foto
Remoção de lamas no Tejo junto às Portas de Ródão começou na esta semana LUSA/PAULO CUNHA

O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, anunciou nesta quinta-feira o lançamento de um concurso para a contratação de cinco vigilantes de natureza, antigamente designados por guarda-rios, devendo estar operacionais a tempo inteiro dentro de um mês. Estes homens terão a capacidade de recolher amostras de água do rio para análises.

“É uma forma de estarmos muito mais próximos do rio e com uma capacidade de intervenção imediata”, afirmou Matos Fernandes durante uma visita ao local onde está instalado o equipamento de remoção de lamas do Tejo, em Vila Velha de Ródão.

Estes profissionais terão ainda como missão a vigilância contra incêndios, detecção de caça e pesca ilegal e vigilância permanente do rio.