DR
Foto
DR

Megafone

Nestes cafés e bares os jogos de tabuleiro podem entrar

Através da adopção deste logótipo, que pode ser usado além-fronteiras, os "boardgamers" de todo o mundo podem saber de imediato onde são bem-vindos

Já não é a primeira vez que escrevo aqui no P3 sobre a nova vaga dos novos jogos de tabuleiro. Não vou falar dos preconceitos, das oportunidades e dessas coisas. Desta vez trago outra novidade, bem recente, e que pode ser bem algo inovador em todo o mundo.

Nas maiores cidades do globo, especialmente na Europa e no continente da América do Norte, é possível encontrar board game cafes ou cafés em que se joguem habitualmente jogos de tabuleiro modernos. Cá em Portugal, o mais comum é realizarem-se eventos regulares, semanais e mensais, organizados por grupos de entusiastas de jogos de tabuleiro. Alguns destes grupos recorrem a cafés, pastelarias e restaurantes normalíssimos em dias pré-determinados para acomodar as suas actividades e encontros. É possível encontrar estabelecimentos que acolhem boardgamers de norte ao sul do país, especialmente no Porto e em Lisboa, mas cidades mais pequenas também estão a registar tipo de actividades. No entanto não havia nada que identificasse graficamente esses locais, pois, fora estes encontros pontuais, são locais semelhantes a todos os outros.

Pensando nisto surgiu uma ideia vinda do Norte do país. Quem se deslocar a uma nova cidade, em que não conhece os espaços onde se reúnem entusiastas de jogos de tabuleiro modernos (board games), pode ficar perdido. A ideia de criar algo que pudesse identificar esses locais foi lançada na rede social Facebook por Miguel Rodrigues, director do projecto de jogos de tabuleiro dos Rangers da Póvoa. Surgiram instantaneamente propostas de criar um logótipo que os cafés, bares, pastelarias e afins pudessem utilizar para sinalizar atividades de boardgamers, com uma iconografia facilmente identificável pela comunidade. Várias pessoas começaram de imediato a sugerir ideias e apresentar propostas gráficas. Ricardo Ferreira, dos Boardgamers de Viana do Castelo, criou uma imagem gráfica que foi aprimorando através de um processo colaborativo via Facebook, num dos grupos dedicados aos jogos de tabuleiro. O mais curioso é que o Miguel e o Ricardo não se conheciam, tal como muitas das pessoas que participaram nesse processo.

Aproveitando a Leiriacon, convenção nacional de jogos de tabuleiro que se realizou de 1 a 4 de Março na Praia da Vieira, a ideia foi apresentada presencialmente na conferência “Leiria Talks”. A ideia foi discutida entre representantes dos grupos e associações de boardgamers de todo o país e, de imediato, adoptada pelos presentes! Neste momento já existem sítios a usar este logótipo. Por isso, não estranhem se o virem pelo país fora. E não tenham medo dos boardgamers, que nem jogam a dinheiro, nem fazem apostas em jogos de sorte. Os novos jogos de tabuleiro representam o contrário de tudo isso!

Assim, através desta ideia, que pode ser usada além-fronteiras, os boardgamers de todo o mundo também podem saber de imediato onde são bem-vindos! No fundo há em quase todos nós um boardgamer, só é preciso descobrir este novo mundo dos jogos de tabuleiro. O resto acontece com naturalidade.