Raquel Henriques da Silva é a nova directora do Museu do Neo-Realismo

Tem 64 anos e é doutorada em História da Arte. Já foi directora do Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado, do Instituto Português de Museus e do Instituto de História da Arte.

Raquel Henriques da Silva tem obras publicadas nas áreas da Museologia, Urbanismo, Arquitectura e Artes Visuais
Foto
Raquel Henriques da Silva tem obras publicadas nas áreas da Museologia, Urbanismo, Arquitectura e Artes Visuais Público Arquivo

A historiadora de Arte Raquel Henriques da Silva vai ser a nova directora científica do Museu do Neo-Realismo de Vila Franca de Xira, no distrito de Lisboa, anunciou esta terça-feira a autarquia ribatejana.

Raquel Henriques da Silva tem 64 anos e é doutorada em História da Arte, tendo sido, no passado, directora do Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado, do Instituto Português de Museus e do Instituto de História da Arte.

"O convite da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira à professora Raquel Henriques da Silva teve por base a sua larga experiência nos domínios da Arte e da Museologia, bem como o trabalho de investigação que vem desenvolvendo, cujo valor científico é amplamente reconhecido", justifica a autarquia, em comunicado.

A nova directora científica do Museu do Neo-Realismo de Vila Franca de Xira tem diversas obras publicadas nas áreas da Museologia, Urbanismo, Arquitectura e Artes Visuais.

Em 2006 foi distinguida com o grau de Comendadora da Ordem do Infante e em 2012 recebeu o Prémio Feminina pelo estudo e divulgação da Cultura, História e Sociedade Portuguesa no estrangeiro e nos países lusófonos.