Joana Vasconcelos vai expor no Guggenheim Bilbao em 2018

Esta será a primeira exposição individual de um artista português neste museu espanhol.

Foto
Fabio Augusto/Arquivo

O Museu Guggenheim Bilbao irá incluir uma exposição individual da artista portuguesa Joana Vasconcelos na programação anunciada para o próximo ano, com o título I'm Your Mirror, a decorrer de Junho a Novembro de 2018.

A mostra é comissariada por Petra Joos e Enrique Juncosa, curadores do Guggenheim Bilbao, vai incluir peças produzidas por Joana Vasconcelos nos últimos 20 anos e constitui a primeira exposição individual de um artista português neste museu, desde a sua abertura ao público, em Outubro de 1997.

O Patronato da Fundação Guggenheim Bilbao aprovou na segunda-feira a programação da instituição para 2018, que vai obedecer ao tema global Fundamentos da arte actual, destacando-se, neste contexto, as retrospectivas dedicadas aos artistas Henri Michaux (1899-1984) e a Marc Chagall (1887-1985), segundo o comunicado do museu.

A "retrospectiva de seis décadas de experimentação" de Henri Michaux será inaugurada a 2 de Fevereiro de 2018, ficando patente até 13 de Maio, enquanto a mostra dedicada a Marc Chagall, no segundo semestre, se centra nos "anos decisivos" do artista de origem russa, em particular no período de 1911-1919, quando se verificou "a máxima evolução artística do autor", segundo o museu.

No âmbito das exposições temporárias do Guggenheim Bilbao, para 2018, inclui-se ainda uma retrospectiva dedicada ao escultor Alberto Giacometti (1901-1966), o regresso da colecção Thannhauser, de arte impressionista e pós-impressionista, depositada na instituição, uma exposição individual da artista basca Esther Ferrer e outra sobre a produção chinesa contemporânea.

Architecture Effects, sobre as relações entre arte e arquitectura na era digital, com criações em vídeo dos artistas Michael Snow, Diana Thater e Javier Téllez, completa a programação de 2018, anunciada pelo Guggenheim Bilbao.

David Hockney, Amie Siegel e Annie Albers são os protagonistas de exposições individuais que se encontram actualmente patentes no Museu Guggenheim Bilbao.

A mostra de Joana Vasconcelos, no museu espanhol, acontece depois da presença no Palácio de Versalhes, em 2012, da presença na Bienal de Arte de Veneza, em 2013, que constituiu a representação oficial portuguesa, e da exposição no Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa, no mesmo ano.

A primeira exposição antológica de Joana Vasconcelos realizou-se em 2010, no Museu Colecção Berardo, em Lisboa, com o título Sem Rede.

O Museu Guggenheim Bilbao recebeu este ano, de 1 de Janeiro a 30 de Novembro, mais de 1,2 milhões de visitantes, o que corresponde a um aumento de 14% em relação ao mesmo período de 2016, conforme um comunicado da instituição.

Sugerir correcção