V. Guimarães despede-se com empate

Minhotos precisavam de vencer os turcos e esperar por uma derrota do Marselha, mas nenhum dos resultados ocorreu.

Pedro Martins, antes do encontro com a equipa turca
Foto
Pedro Martins, antes do encontro com a equipa turca JOSE COELHO/LUSA

O V. Guimarães empatou esta quinta-feira, por 1-1, na recepção aos turcos do Konyaspor, vendo desfeitas as últimas esperanças de apuramento para os 16 avos-de-final da Liga Europa, que os minhotos concluíram na última posição do Grupo I.

Um golo de Mehdi Bourabia (15') traçou praticamente o destino dos vitorianos na competição, que teve como ponto alto a vitória sobre o Marselha, mas que revelou falta de força para evitar uma despedida de cabeça baixa.

Afundado no último lugar mas com um raio de esperança a romper a noite vimaranense, o Vitória demorou demasiado a aquecer. E quando o fez já perdia frente a um Konyaspor que depositava exactamente as mesmas esperanças de poder conjugar os resultados de Guimarães e Marselha para, no fim, seguir de mãos dadas com o Salzburgo para os 16 avos-de-final.

Os turcos, em crise no campeonato, dominaram por completo a primeira meia-hora e o desconforto vitoriano agudizou-se com o golpe de Mehdi, aos 15’, num remate tremendo, sem hipóteses de defesa.

Sem capacidade para contrariar o futebol do Konyaspor, os minhotos só no último quarto de hora da primeira parte despertaram para o jogo. Mas Rafael Martins e Hurtado falharam a possibilidade de empatar. 

A segunda metade não foi muito diferente, com o V. Guimarães a revelar-se impotente para impor um ritmo capaz de perturbar os turcos, que acabaram por desperdiçar a hipótese de garantir a vitória com um auto-golo de Turan, ficando igualmente pelo caminho face ao nulo entre Marselha e Salzburgo.

P24 O seu Público em -- -- minutos

-/-

Apoiado por BMW
Mais recomendações