Marco Silva honrado pelas comparações a Mourinho

Watford recebe esta noite o Manchester United no sexto embate entre os dois treinadores portugueses.

Marco Silva e Mourinho vão reencontrar-se pela sexta vez
Foto
Marco Silva e Mourinho vão reencontrar-se pela sexta vez Reuters/Jason Cairnduff

Os caminhos de Marco Silva e José Mourinho já se cruzaram cinco vezes em competições oficiais, com um saldo final positivo para o “special one”. Esta noite, reencontram-se pela segunda vez na Premier League, onde o técnico do Manchester United ainda não conseguiu bater o seu compatriota e amigo.

A boa campanha do modesto Watford esta temporada não tem passado desapercebida em Inglaterra e é o melhor cartão-de-visita de Marco Silva, que atravessa uma das melhores fases da sua carreira como treinador. Após 13 jornadas de um dos mais competitivos campeonatos mundiais, os “hornets” ocupam um honroso oitavo lugar da tabela, a apenas três pontos da zona de acesso às competições europeias.

Em dia de antecipação da visita do United de Mourinho, Marco Silva não escondeu a forte inspiração e o exemplo que o colega setubalense representou na sua maturação como técnico, agora que tem sido alvo de comparações com o “mestre”. “É claro que o gostaria de imitar. É muito importante e é um bom sinal quando alguém te compara a um grande treinador”, admitiu esta segunda-feira.

“[Mourinho] É um treinador muito importante para Portugal pelo que fez nos últimos 15 anos. Mostrou o caminho a outros técnicos portugueses”, prosseguiu, referindo que ambos têm uma relação “muito boa” e são amigos. “Quando estava em Portugal [Sporting] ou na Grécia [Olimpiacos] e queria saber alguma coisa sobre a Premier League, a melhor pessoa para falar era o José.”

Não terá sido o caso dos primeiros embates desportivos entre ambos, quando Marco Silva orientava o Sporting, que acabou por ser derrotado por duas vezes na fase de grupos da Liga dos Campeões de 2014-15 (0-1 e 3-1). Voltaram a defrontar-se na época passada, quando o Hull City acabou afastado das meias-finais da Taça da Liga pelo United, apesar de ter vencido a partida em casa, por 2-1, que foi insuficiente face ao 2-0 da primeira mão. Ainda na temporada transacta, o Hull City surpreendeu ao ir a Old Trafford empatar a zero para a Premier League.

Ou seja, excluindo as duas partidas com os “leões”, os embates em Inglaterra têm sido equilibrados.