Farah fecha palmarés nos Mundiais com medalha de prata

Britânico, que já havia vencido os 10.000m, foi batido pelo etíope Muktar Edris na final dos 5.000m.

Reuters/LUCY NICHOLSON
Foto
Reuters/LUCY NICHOLSON

Depois do triunfo nos 10.000m, a possibilidade de se sagrar tetracampeão mundial dos 5.000m configurava a despedida perfeita de Mo Farah nos Campeonatos do Mundo de atletismo. O britânico, que irá dedicar-se à maratona e deixar as provas de pista em que se notablizou, fechou a sua participação em Londres 2017 com uma medalha de prata.

Foi até aos últimos metros que se discutiu o pódio. Depois de uma fuga precoce do australiano Patrick Tiernan, a cinco voltas do final, a luta pelo triunfo ficou reduzida a Farah, a um trio de etíopes no qual se incluía Muktar Edris e alargou-se ao norte-americano Paul Chelimo, que sprintou para a medalha na última volta.

Edris aumentou o ritmo ainda antes de arrancar para os derradeiros 400m, o compatriota Yomif Kejelcha seguiu-lhe as pisadas e Farah acompanhou-os como pôde. À entrada para a última curva, a aceleração de Chelimo baralhou as contas e acabou por deixar Kejelcha de fora do pódio, com Edris a segurar o ouro (13m32,79s) e Farah a ficar-se pela prata, com 13m33,22s.