Portugal perde final, ficou o objectivo alcançado

Na 2.ª Divisão do Campeonato da Europa Amador de Equipas Masculinas, na Hungria

João Girão conforme imagem publ
Foto
João Girão conforme imagem publ

Portugal perdeu a final da Segunda Divisão do Campeonato da Europa Amador de Equipas Masculinas, na Hungria, mas o principal objetivo de ascender ao escalão principal em 2018 foi conseguido. 

A Segunda Divisão do Campeonato da Europa Amador de Equipas Masculinas foi organizada pela Associação Europeia de Golfe (EGA) em colaboração com a Federação Húngara de Golfe, no Zala Springs Golf Resort, em Zalacsány, e a Finlândia. 

Na final, a Finlândia venceu pela primeira vez este Europeu da Segunda Divisão, criado em 2002, ao derrotar Portugal por claros 6-1. 

O único ponto de Portugal foi conseguido nos pares (foursomes), pela dupla de João Girão e Pedro Lencart, por 1 up (no último buraco), frente ao par Rasmus Karlsson e Kim Koivu. No outro foursomes, Tomás Melo Gouveia e Vítor Lopes caíram diante de Sami Valimaki e Aleksi Myllmaki por 3/2. 

Com este empate matinal, os singulares vespertinos tombaram todos para a equipa finlandesa, que conta nas suas fileiras com o atual titular do Campeonato Internacional Amador Masculino de Portugal – Sami Valimaki – e com três jogadores que são treinados durante o ano pelo profissional português David Silva, um antigo presidente da PGA de Portugal: Kim Koivu, Rasmus Karlsson e Eetu Isometsa. 

Os resultados dos embates de singulares (singles) foram os seguintes: Aleksi Myllmaki-Tomas Perkins, 1up (último buraco); Eetu Isometsa-Vítor Lopes, 2 up (último buraco); Sami Valimaki-Vasco Alves, 2/1; e Santeri Lehesmaa-João Girão, 3/1. 

Como pode verificar-se, alguns duelos foram bem equilibrados e no final do torneio o selecionador nacional, Nelson Ribeiro, estava satisfeito com a prestação da seleção nacional ao longo da semana e, obviamente, com a subida à Primeira Divisão. 

«É uma representação acima das expectativas à data de hoje. Contudo, considero que se prepararmos cada vez melhor as competições, estaremos mais vezes nesta posição de poder vencer», disse Nelson Ribeiro ao Gabinete de Imprensa da FPG. 

O top-3 da Segunda Divisão ascendeu ao escalão principal em 2018 e a terceira nação a consegui-lo foi a Holanda, que bateu a Sérvia por 5-2 na atribuição da medalha de bronze. 

A classificação final do Europeu masculino foi a seguinte: 1º Finlândia, 2º Portugal, 3º Holanda, 4º Sérvia, 5º Polónia, 6º Eslovénia, 7º Hungria, 8º Eslováquia, 9º Luxemburgo. 

Recorde-se que foi a terceira vez que Portugal terminou no top-3 deste Europeu masculino da Segunda Divisão: em 2015, no Postolowo Golf Club, na Polónia, Portugal obteve um dos maiores triunfos na história do golfe amador português, ao sagrar-se campeão europeu da Segunda Divisão. Em 2012, no Keilir Golf Club, na Islândia, a seleção nacional foi 3ª classificada e também subiu de divisão.

Veja mais em www.golftattoo.com