The Third Thumb Project from Dani Clode on Vimeo.

O nosso sexto dedo é um polegar

A invenção "The third thumb" foi a vencedora dos recentes Helen Hamlyn Design Awards, competição que premeia a criatividade no design aplicado às pessoas

Dani Clode inventou aquilo a que chama de "o terceiro polegar", uma prótese que funciona como sexto dedo da mão que pode ser colocado e removido em qualquer altura, mediante as necessidades do seu utilizador. A invenção "The third thumb" foi a vencedora dos recentes Helen Hamlyn Design Awards, competição que premeia a criatividade no design aplicado às pessoas.

O projecto, apresenta a autora, trabalha "a relação entre o corpo e a tecnologia protética de novas maneiras. É parte da ferramenta, parte experiência e parcial auto-expressão".

E como é que funciona? "The Third Thumb", construído basicamente por três partes impressas em 3D, replica os movimentos de um verdadeiro polegar, usando dois motores que trabalham o movimento de um material flexível impresso em 3D (Ninjaflex). Os motores são controlados por dois sensores de pressão instalados no calçado do utilizador e que comunicam com o falso polegar através de ligação Bluetooth. O controle através do pé é inspirado em produtos que ajudam a desenvolver a conexão já forte entre as nossas mãos e os nossos pés — por exemplo, conduzir um carro, usar uma máquina de costura ou tocar piano.

PÚBLICO -
Foto

Esta peça será utilizada por todos aqueles que queiram ampliar as suas capacidades naturais — ao invés da maioria das próteses, normalmente aplicadas a pessoas com limitações físicas ou deficiências motoras. Vale a pena espreitar outras invenções de Dani — como este "The Bone Knitter".

PÚBLICO -
Foto