FC Porto revela mais emails e até acusa Benfica de bruxaria

Director de comunicação portista volta a revelar trocas de mensagens e diz que o “melhor está para vir”.

Foto
Francisco J. Marques, director de comunicação do FC Porto DR

Nova terça-feira, nova vaga de emails revelados pelo FC Porto. O director de comunicação portista, Francisco J. Marques, foi ao Porto Canal ler mais mensagens de correio electrónico enviadas pelo antigo presidente da Assembleia Geral da Liga Carlos Deus Pereira para Pedro Guerra, actual comentador televisivo ligado ao Benfica.

Francisco J. Marques disse que Carlos Deus Pereira enviou um email com mais de 100 SMS de Fernando Gomes, então presidente da Liga, a Pedro Guerra. “Mas este não foi o único email que o Carlos Deus Pereira enviou ao Pedro Guerra. Ele enviou emails muito comprometedores ao Pedro Guerra”, acrescentou o responsável portista, lendo mensagens alegadamente datadas de Fevereiro de 2014.

"O presidente da AG da Liga, em vez de informar os clubes, enviava primeiro para o Pedro Guerra”, denunciou Francisco J. Marques.

O director de comunicação portista disse ainda que não está proibido pela PJ de divulgar mais emails e afirmou mesmo que “este é o maior escândalo do futebol português”: “Nós já revelámos muita coisa e expusemos vários dos tentáculos do polvo, mas o melhor está para vir.”

Acusações de bruxaria

No mesmo programa do Porto Canal, o director de comunicação do FC Porto revelou ainda alegados emails trocados entre Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, e Armando Nhaga, apresentado como comissário nacional da polícia da Guiné Bissau.

Francisco J. Marques mostrou esses emails, dizendo tratar-se de pagamentos por serviços de bruxaria. "Estamos a falar de bruxaria. Com contrato por objectivos. Foram muitos mil euros que o Benfica pagou. Em 2015-16, o Benfica gastou 75 mil euros pelo campeonato. Isto põe em causa o treinador, os jogadores, mas também o Paulo Gonçalves, o Pedro Guerra. Anda-se a criar um polvo para quê? Cria-se este monstro que tudo permite ao Benfica e nada aos outros e depois faz-se bruxaria? Isto é o backup do polvo”, acusou o director de comunicação do FC Porto, depois de ler supostas mensagens entre Vieira e Nhaga em que o guineense apresenta os valores dos seus serviços, como 100 mil euros pela vitória no campeonato, 5000 pelo triunfo na Supertaça e 10 mil euros por vitória num jogo da fase de grupos da Liga dos Campeões.

A revelação de emails por parte do FC Porto, que tem servido para acusar o Benfica de ter um montado um esquema para controlar o futebol português, já deu origem a um inquérito aberto pelo Ministério Público e outro pela justiça desportiva.

O Benfica tem reagido, negando as acusações e prometendo processar o FC Porto e o seu director de comunicação.

Francisco J. Marques já foi ouvido pela PJ, a quem entregou os emails que tem divulgado no Porto Canal.