Thiem interrompe domínio de Nadal

Austríaco pôs fim a ciclo de 17 vitórias do espanhol em terra batida. Zverev e Isner discutem vaga na final em Roma.

Reuters/ALESSANDRO BIANCHI
Foto
Reuters/ALESSANDRO BIANCHI

Cinco depois de se terem enfrentado na final do Mutua Madrid Open, Rafael Nadal reencontrou Dominic Thiem em Roma, para discutir um lugar nas meias-finais dos Internazionali d’Italia. Desta vez, o jovem austríaco foi mais forte e colocou fim à série de 17 vitórias do número quatro do ranking sobre a terra batida.

“Entrei com um estilo de jogo agressivo, porque sabia que, se quisesse ter uma oportunidade, teria que fazer alguma coisa de diferente. Provavelmente, foi uma das minhas melhores exibições”, reconheceu Thiem (7.º), após vencer, por 6-4, 6-3, o espanhol que tinha vencido os últimos três torneios que disputou.

Thiem, que já tinha derrotado Nadal no ano passado, junta-se assim a Novak Djokovic, Roger Federer, Andy Murray, Gaston Gaudio, David Ferrer e Fabio Fognini na lista de jogadores que já contam com duas vitórias sobre o espanhol em terra batida.

Nas meias-finais de um torneio Masters 1000 pela segunda semana consecutiva, Thiem decide hoje um lugar na final romana com o vencedor do aguardado duelo entre Novak Djokovic e Juan Martín del Potro.

O outro finalista sairá do embate entre Alexander Zverev (17.º) e John Isner (24.º). Zverev nunca tinha ido tão longe num torneio desta categoria, mas venceu Milos Raonic (6.º) por 7-6 (7/4), 6-1. Ao somar a terceira vitória este ano sobre um top 10, o alemão de 20 anos garantiu a entrada no top 15. Isner assinou 21 ases para ultrapassar o croata Marin Cilic (8.º) por 7-6 (7/3), 2-6 e 7-6 (7/2) e estrear-se nas meias-finais de um Masters 1000 disputado em terra batida.

Nas meias-finais do torneio feminino, Garbiñe Muguruza (7.ª), que eliminou Venus Williams (12.ª), defronta Elena Svitolina (11.ª), que afastou a melhor jogadora do torneio após a eliminação de Angelique Kerber, a checa Karolina Pliskova (2.ª). Antes, Simona Halep (4.ª) parte favorita diante da surpreendente Kiki Bertens (20.ª).