O criador de Mafalda festeja 60 anos de humor no Cartoon Xira

Edição deste ano irá contar com obras de autores nacionais e do cartoonista argentino Quino.

"A espera", por António
"A espera", por António
"Não há soja", Quino
"Não há soja", Quino
"A Tatuagem", por Cristina Sampaio
"A Tatuagem", por Cristina Sampaio
"Marcelices", por Maia
"Marcelices", por Maia
"Almofada Financeira", por António Jorge Gonçalves
"Almofada Financeira", por António Jorge Gonçalves
"Cristiano Ronaldo Euro 2016", por André Carrilho
"Cristiano Ronaldo Euro 2016", por André Carrilho
"Passos por alto", por Cid
"Passos por alto", por Cid
"Panamá onda", por Rodrigo Matos
"Panamá onda", por Rodrigo Matos
"Brexit", por Carlos Brito
"Brexit", por Carlos Brito
"Kimjongun", por Cristiano Salgado
"Kimjongun", por Cristiano Salgado
"Impeachment no Brasil", por Vasco Gargalo
"Impeachment no Brasil", por Vasco Gargalo
"Antes fosse chuva", José Bandeira
"Antes fosse chuva", José Bandeira
Fotogaleria

O cartoonista argentino Quino é o convidado da 18.ª edição do Cartoon Xira, que é inaugurada neste sábado em Vila Franca de Xira.

Com uma carreira marcada pela criação da icónica personagem de banda desenha Mafalda, os trabalhos do “conceituado autor argentino” presentes na exposição vão ter como tema “60 anos de humor”. Contando com uma vasta obra publicada em várias línguas e inúmeros prémios, o cartoonista apresenta uma marca distintiva, marcada pela crítica social “sagaz, inteligente e sempre actual”, diz o município em comunicado.

O cartoonista António - que publica semanalmente no jornal Expresso -, juntou-se ao município de Vila Franca de Xira na preparação de mais uma edição, constituída por duas exposições paralelas: a primeira composta por trabalhos de autores portugueses e a segunda por cartoons do artista internacional convidado, Quino.

Na 18.ª edição, a revista do ano de 2016 é formada por 100 trabalhos de 11 autores nacionais: António, José Bandeira, Carlos Brito, António Jorge Gonçalves, Cristina Sampaio, António Maia, André Carrilho, Vasco Gargalo, Augusto Cid, Cristina Salgado e Rodrigo Matos.

Os autores portugueses recordam o ano que passou, abordando nas suas obras temas como a eleição do Presidente da República e a sua convivência com o Governo ou a vitória da selecção de Portugal no Campeonato Europeu de futebol, nunca esquecendo os temas que marcaram a actualidade internacional como a eleição de Donald Trump como Presidente dos Estados Unidos da América, a destituição da Presidente do Brasil, Dilma Rousseff, ou o "Brexit".

A entrada é livre e a exposição estará patente até 28 de Maio.