Em tons de vermelho, Pastelaria Néné inaugura as novas esplanadas da Baixa

"Perto de uma dúzia" de cafés e restaurantes da baixa lisboeta preparam-se para vestir de novo as suas esplanadas.

Fotogaleria
Margarida Basto
Fotogaleria
Margarida Basto
Fotogaleria
Margarida Basto

Cadeiras bordeaux e toalhas a condizer. Tampos com figuras geométricas inspiradas na calçada portuguesa e que reproduzem os pisos das cozinhas antigas. Guarda-sóis grandes e brancos, com luzes na base. Corta-ventos nas laterais. Foram três meses de preparação para que nesta segunda-feira a esplanada da Pastelaria Néné, na Rua Augusta, em Lisboa, acordasse assim, de cara lavada. 

Os cálculos ao investimento ainda não estão feitos, mas o gerente, Pedro Marques, diz que o sucesso não se mede em euros. É, para ele, “um orgulho” inaugurar a primeira esplanada da Baixa Pombalina com o novo mobiliário urbano das esplanadas de Lisboa. Por isso, “fez questão” de convidar o presidente da Câmara, Fernando Medina, o vice presidente da autarquia, Duarte Cordeiro, e o presidente da Junta de Freguesia de Santa Maria Maior, que na manhã desta segunda-feira cortaram a fita inaugural. Estiveram também presentes o presidente da Associação de Restauração e Similares de Portugal (AHRESP), Mário Pereira Gonçalves, a arquitecta da associação, Marta Freitas, e o designer Pedro Sottomayor, responsável pelo layout das novas esplanadas.

A esplanada da Néné, em tons vermelhos escuros, é a primeira, mas já há outras a seguir-lhe os passos. “Perto de uma dúzia”, adiantou Célia Mota, chefe da divisão de gestão territorial e responsável pelos licenciamentos da freguesia.

As novas esplanadas e as alterações às já existentes terão de ser feitas à imagem e semelhança desta, de forma a uniformizar o mobiliário dos passeios da baixa lisboeta. O regulamento aplica-se à Rua Augusta, Rossio, Largo do Carmo, Calçada do Duque e Rua das Portas de Santo Antão.

P24 O seu Público em -- -- minutos

-/-

Apoiado por BMW
Mais recomendações