Toys 'R' Us de Gaia construiu o muro de Trump e a casa-mãe não gostou

"Não me espanta, mas parece-me uma falta de respeito por parte da Toys 'R' Us em Gaia ter esta decoração", acusou o jogador do F.C. Porto Miguel Layun, que denunciou a situação nas redes sociais.

Foto
"Que triste que a Toys 'R' Us de Gaia tenha este tipo de decoração. Optámos por sair quando vimos esta 'brincadeira'", afirmou o jogador no Twitter DR

A loja da Toys 'R' Us do GaiaShopping, em Gaia, resolveu montar um cenário a simular a fronteira entre o México e os Estados Unidos: um muro com um sinal de Stop, um polícia e duas placas, uma a apontar para “México” e outra para “USA”. A casa-mãe, nos EUA, já reagiu.

O cenário foi fotografado pelo jogador do F.C. Porto Miguel Layun. Numa publicação no Twitter, este sábado à tarde, o mexicano escreveu: “Que triste que a Toys 'R' Us de Gaia tenha este tipo de decoração. Optámos por sair quando vimos esta 'brincadeira'”.

No Instagram, o jogador voltou à carga: "Não me espanta, mas parece-me uma falta de respeito por parte da Toys 'R' Us em Gaia ter esta decoração. Uma mensagem pouco apropriada para crianças. Deixemos que cresçam sem preconceitos".

A publicação no Twitter teve mais de seis mil partilhas e já recebeu uma resposta. No próprio Twitter, a Toys 'R' Us afirmou que a administração da loja em Portugal já foi contactada para corrigir a situação que, defendem, “não representa” a identidade da marca. 

A loja ainda não confirmou se a instalação já foi retirada. Entretanto, Miguel Layun voltou a comentar a situação no Twitter, agradecendo à Toys 'R' Us mas pedindo que ninguém seja despedido por causa da "brincadeira" de Carnaval.