Torne-se perito

Deniz Naki absolvido de acusações de propaganda ideológica

Futebolista turco-germânico manifestou surpresa pela decisão do tribunal.

Foto
DR

Deniz Naki, o futebolista turco-germânico que estava suspenso desde Fevereiro pela federação do seu país, foi absolvido nesta terça-feira, por um tribunal de Diyarbakir, das acusações de divulgação de "propaganda ideológica" pró-curda.

O jogador, que tem dupla nacionalidade, começou a carreira no Bayer Leverkusen, tendo alinhado no St. Pauli, clube que ajudou na promoção à Bundesliga. Naki alinha actualmente no Amed S.K., da terceira divisão de futebol turco.

Na base da suspensão de Deniz Naki (e de uma multa de cerca de 6.200 euros) está o apelo, feito em declarações a um jornal pró-curdo, ao fim da violência nos combates que opõem as forças de segurança turcas aos rebeldes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK). Esta foi a reacção do jogador ao ambiente de tensão que se vive na Turquia, desde o falhado golpe de Estado no país.

"Estou satisfeito e aliviado. Por aquilo que se tem passado na Turquia, não esperava ser ilibado das acusações", reconheceu Naki, citado pela publicação alemã Spiegel Online. O jogador, de 27 anos, já tinha, de resto, confessado que esperava "o pior, entre um a cinco anos de prisão", mas vincava que se recusava a abandonar o país por considerar nada ter feito de errado.

Texto editado por Nuno Sousa

Sugerir correcção