Benidorm é a casa de férias da terceira idade europeia

Fotogaleria

Nos anos oitenta e noventa, Benidorm foi a diva dos destinos de férias na península ibérica. Ingleses, irlandeses, alemães, belgas, holandeses e portugueses procuravam no sudeste espanhol temperaturas altas, águas tépidas e as areias finas da costa mediterrânica. Maria Moldes passou ali os verões de 2014 e 2015 e constatou que alguns dos antigos turistas se mantinham fiéis ao local. Que, presentemente, Benidorm é onde a terceira idade europeia se sente em casa. "É um sítio barato e tem sol quase todo o ano", justifica Maria Moldes, que reside em Alicante, a meia hora de distância do clássico balnear. "Neste meu primeiro projecto quis reflectir o lado mais 'kitsch' e a questão do envelhecimento", disse ao P3. "Quis romper com os cânones tradicionais de beleza e dar protagonismo a pessoas menos jovens. Estas são cenas totalmente quotidianas com laivos de surrealismo, carregadas de cor, vitalidade e ironia", observa Maria. A fotógrafa espanhola realizou todo o projecto com recurso a um "smartphone", alimentando constantemente a sua conta de instagram. "Achei divertido e estimulante utilizar um aparelho que não foi especificamente construído para fazer fotos", comentou. "Na verdade", conclui, "não me preocupa o que utilizo para fazer fotos; apenas o resultado que obtenho."

Sugerir correcção