Volta a Portugal passa por Setúbal 40 anos depois

Entre as várias provas de âmbito nacional que vão integrar o programa desportivo da Setúbal Cidade Europeia do Desporto 2016, está o regresso da Volta à margem sul do Tejo

A Volta a Portugal em bicicleta vai a Setúbal em 2016
Foto
A Volta a Portugal em bicicleta vai a Setúbal em 2016 Miguel Manso

Setúbal vai receber, no próximo ano, uma etapa da Volta a Portugal em bicicleta, revelou ao PÚBLICO, o vereador com o pelouro do Desporto da Câmara Municipal de Setúbal, Pedro Pina, nesta quarta-feira, em Bruxelas, onde autarquia recebeu a bandeira de Cidade Europeia do Desporto 2016, numa cerimónia no Parlamento Europeu, em que participou a ex-atleta Rosa Mota.

“Havia uma forte vontade, fizemos esse esforço, e chegámos a acordo com a organização”, disse Pedro Pina, confirmando que a prova rainha do ciclismo português volta a passar por Setúbal 40 anos depois da última vez.

O autarca disse ainda que o evento Setúbal 2016 vai ter um orçamento de cerca de 500 mil euros, sendo 100 mil financiados pelo Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ).

A bandeira de Cidade Europeia do Desporto foi entregue, pela ACES Europe – Associação das Capitais e Cidades Europeias do Desporto a todas as capitais europeias de 2016 e os discursos dos vários responsáveis europeus tiveram em comum a apologia do papel do Desporto como factor de integração e de aproximação entre os povos europeus.

Setúbal esteve representada pela presidente da Câmara Municipal, Maria das Dores Meira, pelo vereador com o pelouro do Desporto, Pedro Pina e pela antiga campeã mundial da Maratona, Rosa Mota, madrinha da candidatura sadina.

José Mourinho, patrono da candidatura setubalense, também tinha confirmado a sua presença na cerimónia mas acabou por faltar devido a compromissos profissionais. O treinador do Chelsea foi convocado para uma reunião no clube londrino pelo que não se deslocou a Bruxelas. Mourinho enviou, no entanto, uma mensagem à presidente da Câmara, em que deseja sucesso à cidade na realização do próximo ano.

Rosa Mota disse que a bandeira fica “sem duvida” bem entregue a Setúbal, por ser “uma cidade muito activa” e considerou a distinção “uma homenagem ao desporto português”.

José Manuel Fernandes, presidente honorário do ACES Europa e eurodeputado do PSD, destacou o orgulho dos setubalenses e enalteceu as figuras dos padrinhos da candidatura.

“Setúbal é uma cidade europeia de desporto, o que nos enche de orgulho, e tem duas figuras mundiais em duas áreas diferentes do desporto; Rosa Mota e José Mourinho, melhor treinador do mundo”, afirmou.

“Esta sala mostra que estamos todos no mesmo barco. Todos prosseguimos o mesmo objectivo; uma Europa melhor.”, disse ainda José Fernandes.

Setúbal é a quarta cidade portuguesa a ser escolhida pelo ACES Europe para receber este título, depois de Guimarães (2013), Maia (2014) e Loulé (2015).

Além das mais de duas dezenas de cidades europeias de desporto em 2016, são conhecidas já as cidades Capital Europeia do Desporto, uma por ano, até 2020. Praga será em 2016, Marselha em 2017, Sófia 2018, Budapeste 2019 e Málaga em 2020.