E os melhores do ano são…

Dan Carter foi escolhido pela World Rugby como o Jogador do Ano, enquanto Michael Cheika é o melhor treinador

A World Rugby revelou na noite deste domingo quem foram os melhores de 2015 e Dan Carter foi um dos grandes vencedores ao ser eleito como Jogador do Ano. Apesar de a Nova Zelândia ter dominado nas escolhas, o australiano Michael Cheika, finalista do Mundial 2015 e vencedor do Rugby Championship, superou a concorrência e venceu o prémio de Treinador do Ano.

 

Um dia depois de vencer o Campeonato do Mundo, de ter sido eleito o “homem do jogo” da final e de se despedir dos All Blacks, Dan Carter foi, pela segunda vez, considerado o Jogador do Ano pela World Rugby.

PÚBLICO -
Foto

 

Melhor marcador de sempre de pontos a nível internacional, com 1598 pontos em 112 jogos pela Nova Zelândia, Carter afirmou, após receber o prémio, que foi a “concretização de um sonho”. O abertura, que vai agora reforçar os parisienses Racing 92, sucede aos seus conterrâneos Brodie Retallick e Kieran Read, vencedores em 2014 e 2013, respectivamente.

 

O prémio de melhor treinador acabou por ir para terras australianas, com Michael Cheika a superar a concorrência. O técnico, de 48 anos, viu recompensado o excelente trabalho desde que assumiu o comando dos Wallabies.

 

O ensaio do ponta neozelandês Julian Savea contra a França, nos quartos-de-final do Mundial, foi considerado o melhor de 2015.