Vítor Pereira garante que desconhecia ofertas do Benfica aos árbitros

Presidente do Conselho de Arbitragem sublinha que encaminhou a denúncia feita pelo Sporting para os órgãos competentes.

Vítor Pereira na mira do FC Porto
Foto
Vítor Pereira na mira do FC Porto Tiago Machado

O presidente do Conselho de Arbitragem (CA) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Vítor Pereira, garantiu nesta terça-feira que não tinha conhecimento das ofertas, feitas pelo Benfica ao árbitros, que foram denunciadas pelo presidente do Sporting há mais de uma semana. O dirigente sublinha que se limitou a enviar o caso para o Conselho de Disciplina.

"O presidente do CA não tinha conhecimento das ofertas feitas pelo Sport Lisboa e Benfica aos árbitros reveladas pelo presidente do Sporting Clube de Portugal, Bruno de Carvalho", começa por expor Vítor Pereira, em comunicado, esclarecendo que "soube dessas ofertas através da revelação feita pelo presidente do Sporting Clube de Portugal na edição de 5 de outubro de 2015 do programa Prolongamento".

Assegurando que nenhum dos restantes quatro membros 
da Secção Profissional tinha conhecimento do caso, revela que solicitou, no dia seguinte à denúncia, ao Departamento de Arbitragem que as declarações produzidas "fossem enviadas para o Conselho de Disciplina, o órgão com poder disciplinar na FPF".

Vítor Pereira acrescenta, a propósito, que "
não compete ao presidente do CA fazer juízos de valor sobre o teor das revelações, restando-lhe aguardar pelas decisões dos órgãos da justiça desportiva". E manifesta total confiança "de que a investigação provará a seriedade dos árbitros".