World Rugby admite que Craig Joubert errou

Em comunicado, o organismo que tutela o râguebi mundial afirma que o árbitro sul-africano assinalou mal a falta que ditou a vitória da Austrália contra a Escócia

Craig Joubert errou ao assinar a penalidade que colocou a Austrália nas meias-finais do Mundial 2015. Um dia depois do polémico último jogo dos quartos-de-final, a World Rugby emitiu um comunicado onde reconhece que o árbitro sul-africano avaliou mal o lance que permitiu aos Wallabies somar os três pontos decisivos no confronto com a Escócia (35-34).

 

Em comunicado divulgado nesta segunda-feira, o World Rugby refere que Joubert errou ao considerar que Jon Welsh cometeu falta merecedora de penalidade e que depois do australiano Nick Phipps tocar na bola, “a decisão correcta deveria ter sido a marcação de uma formação ordenada favorável à Austrália”.

PÚBLICO -
Foto

 

“Joubert aplicou a lei 11.7 da World Rugby, penalizando Jon Welsh por jogar a bola depois de um toque para a frente de um colega de equipa, o que resultou num fora de jogo. Após rever a jogada de todos os ângulos disponíveis, é claro que depois do toque para a frente, a bola foi tocada por Nick Phipps e a lei 11.3 (c) esclarece que um jogador pode ser colocado em jogo por um oponente que deliberadamente jogue a bola”, pode ler-se no comunicado.

 

O organismo, no entanto, defende Joubert pelo não uso do vídeo-árbitro, esclarecendo que as regras não permitiam ao sul-africano a solicitação do TMO na jogada.