Matosinhos abre as portas da futura Casa da Arquitectura ao público no sábado

As actvidades, de entrada livre, incluem a apresentação do projecto, um concerto da Orquestra Jazz de Matosinhos e visitas guiadas.

A Casa da Arquitectura vai abrir as portas da obra das suas futuras instalações no próximo sábado, na antiga fábrica da Real Vinícola, para a apresentação do projecto, conferências e uma festa, anunciou a Câmara Municipal de Matosinhos.

As actividades, com entrada livre, vão começar às 10:30 com a apresentação do projecto pelo presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Guilherme Pinto, e incluem ainda um concerto da Orquestra Jazz de Matosinhos, que vai ocupar uma parte do edifício, para além de visitas guiadas ao imóvel em obra pelo autor do projecto de reabilitação, Guilherme Vaz.

O evento intitula-se "Obra em Festa" e pretende ser "uma celebração da arquitectura e um primeiro gesto de devolução do edifício à cidade", de acordo com as informações da autarquia enviadas à Lusa.

Às 17h, vai decorrer a conferência "Espaços Culturais e Regeneração Urbana", com o arquitecto João Mendes Ribeiro.

Cinco dias depois do dia mundial da arquitectura, a "Obra em Festa" vai ser marcada também pela assinatura de um protocolo entre a Câmara Municipal de Matosinhos, a Universidade do Porto (UP) e o INESC, que "formalizará a parceria que já existe" entre as três entidades.

"A Casa da Arquitectura será o primeiro espaço expositivo português inteiramente dedicado à divulgação e valorização da arquitectura, concretizando a profunda ligação de Matosinhos a esta arte", recordou a Câmara Municipal de Matosinhos, que lembrou ainda que na instituição estão representadas obras e espólios dos Pritzker portugueses Álvaro Siza Vieira, Eduardo Souto de Moura e Paulo Mendes da Rocha.

As obras na antiga Real Vinícola começaram em maio e têm um orçamento de três milhões de euros.