Foto

Três em três para o Clermont, RC Toulon ganha

Numa ronda do Top 14 com alguns resultados desnivelados, as equipas de Paris desiludiram

Ao contrário do que é habitual no principal campeonato francês, na terceira jornada do Top 14 2015-16 registaram-se alguns resultados desnivelados. Na liderança continua o Clermont, que soma a pontuação máxima, enquanto o campeão Stade Français está no penúltimo lugar depois de perder em casa com o RC Toulon, que conseguiu a primeira vitória.

 

A terceira jornada ditou a terceira vitória consecutiva Clermont, mais uma vez com ponto bónus ofensivo. A jogar pela primeira vez no campo sintético do Oyonnax, a equipa de Julien Bardy (não jogou) e Pedro Bettencourt (foi utilizado nas esperanças) ao intervalo já tinha três ensaios marcados, todos surgidos de jogadas rápidas dos três-quartos.

PÚBLICO -
Foto

 

Embora tenha ainda conseguido mais um ensaio na segunda parte, com um belíssimo cross kick do abertura Camile Lopez, o Clermont viu o seu ponto de bónus em risco, depois de o Oyonnax marcar dois ensaios seguidos (71 e 76 minutos) na sequência de jogadas do seu pack avançado coeso e penetrante. No entanto, um ensaio em contra ataque na “bola de jogo” garantiu ao Clermont o seu quinto ensaio e o desejado terceiro bónus ofensivo consecutivo.

 

O Toulouse também alcançou a sua terceira vitória em três jogos, após receber e derrotar o vizinho Castres, por 37-20. Num bom espectáculo ofensivo, assistiu-se a uma batalha muito equilibrada onde a equipa da casa acabou por ser um pouco mais realista, somando 18 pontos ao pé, que permitiu manter uma distância confortável no marcador até ao final.

 

Em destaque está o Grenoble, que alcançou uma folgada vitória contra o Pau, campeão da Pro D2. Com esta vitória com ponto bónus (41-15), a equipa “azul e branca” alcança o terceiro lugar. Com Samuel Marques 15 minutos em campo e Geoffrey Moise fora dos convocados, a Section Paloise nunca mostrou a ter armas para rivalizar com uma equipa de Grenoble que garantiu o bónus ao marcar ensaio ao minuto 77, por Rory Grice.

 

O La Rochelle alcançou o primeiro triunfo ao receber e vencer o rival Brive, por 21-18. Os “marítimos” foram os mais empreendedores em campos mas também os mais indisciplinados. Embora o La Rochelle tenha marcado dois ensaios contra zero dos seus adversários, os 18 pontos provenientes de seis penalidades de Gaetan German quase deitavam tudo a perder para os anfitriões. O Brive alcança assim um ponto de bónus defensivo e as duas equipas estão empatadas no sétimo lugar.

 

Outra equipa que alcançou a sua primeira vitória da época foi o Agen, que recebeu e venceu o Racing 92, por 30-18. A grande figura do encontro foi Burton Francis. O abertura sul-africano do Agen impressionou tudo e todos, com uma prestação de gala: ensaio individual no centro da defesa, cross kick milimétrico para o segundo ensaio e ainda drop em jogo corrido, tudo na primeira parte. Somando esta prestação individual a uma melêe destruidora, a equipa de Mike Tadjer, que voltou a ser titular, deixou uma boa imagem.

 

Nos dois jogos agendados para domingo, as duas equipas visitantes alcançaram vitórias curtas mas importantes: O RC Toulon foi vencer a Paris o Stade Français, por 20-13; o Montpellier ganhou em Bordéus, por 24-22.

 

Se a vitória do RC Toulon ficou marcada pelas muitas ausência de ambos os lados de jogadores que estão em preparação para o campeonato do mundo, o Bordéus só se pode culpar a si próprio por não ter alcançado mais do que um ponto esta jornada. O Bordeaux colocou-se a dois pontos do empate aos 62 minutos, mas a equipa da casa não conseguiu passar na frente no marcador, tendo visto dois remates acertar no poste.