DR
Foto
DR

Clermont mantém a folha limpa

O campeão Stade Français e o RC Toulon perderam na segunda jornada do Top 14

Dois jogos e a pontuação máxima garantem ao Clermont, que contou com Julien Bardy na última meia hora, a liderança isolada no Top 14, depois de cumpridas duas jornadas. Samuel Marques (Pau) e Mike Tadjer Barbosa (Agen) foram titulares e tiveram sortes diferentes. O RC Toulon continua em dificuldades e voltou a ser derrotado.

 

A segunda jornada de Top 14 arrancou com o segundo triunfo da época do Clermont. A equipa finalista da última edição da prova para além do segundo triunfo, voltou a somar o bónus ofensivo, desta vez contra o Grenoble. Os “jaunards” mostraram que estão em forma neste inicio de campeonato, mesmo com muitos dos seus internacionais ausentes. Com Julien Bardy em campo a partir do minuto 51 – Pedro Bettencourt foi titular na equipa de esperanças - não tiveram grandes dificuldades para derrotar o Grenoble, por 25-6.

PÚBLICO -
Foto

 

O Toulouse também somou o segundo triunfo consecutivo, ao vencer por 20-9 no terreno do promovido Agen, de Mike Tadjer Barbosa que voltou a ser titular. Com dois ensaios do talonador Corey Flinn, a equipa agora treinada por Ugo Mola conseguiu aproveitar as dificuldades do seu adversário, para assim subir ao segundo lugar. O Agen, com duas derrotas e zero pontos, está no último posto.

 

O Oyonnax, equipa sensação da época passada, voltou às grandes exibições caseiras, ao receber e vencer com ponto bónus o Bordeaux, por 37-19. Na estreia de um relvado sintético no Top 14, a equipa dos Alpes mostrou a dinâmica caseira do último ano, e nunca chegou a dar hipóteses ao seu adversário, devido especialmente a uma primeira parte muito forte: venciam por 30-12 ao intervalo.

 

O Racing 92 apesar de um susto, acabou por conseguir uma vitória pela margem mínima contra o La Rochelle, por 20-19. Os parisienses, que graças a este resultado, mantêm-se empatados com o Toulouse no segundo lugar, nunca chegaram a ter o controlo do jogo, e acabaram por beneficiar de algum descontrolo por parte da equipa visitante, que teve tudo nas suas mãos para discutir o resultado.

 

O Pau, equipa vencedora da Pro D2 do ano passado, conseguiu a sua primeira vitória no Top 14, vencendo o Montpellier, por 26-16. Com 21 pontos marcados, Samuel Marques foi o grande destaque desta partida - Geoffrey Moise desta vez não foi convocado -, num duelo onde a “Section Paloise” mostrou-se muito agressiva e decidida, à imagem do que tinha oferecido no ano passado. O Montpellier terá que se lamentar de nem sequer alcançar o bónus defensivo, depois de ter estado a jogar contra 13 na segunda parte.

 

Finalmente, as grandes surpresas desta jornada surgiram nos dois últimos jogos do fim-de-semana. Brive e Castres, duas das equipas que estiveram em grandes dificuldades no final da época passada, venceram respectivamente o Stade Français, campeão francês, e o RC Toulon, o campeão europeu da época 2014-15.

 

Completamente dominadores na mêlée e com um Gaétan Germain em grande forma (17 pontos), o Brive soube usar as suas armas para controlar a equipa da capital, que nunca soube dar resposta às dinâmicas do jogo, perdendo por 22-13.

 

O Castres derrotou o RC Toulon, por 24.9, num jogo disputado, mas onde a equipa da casa foi claramente superiores na segunda parte. Com esta segunda derrota em dois jogos, a equipa de Toulon, que nos próximos meses estará privada das grandes estrelas que vão competir no Mundial, soma apenas um ponto.