Pela quinta vez, Telma Monteiro é campeã europeia de judo

A judoca portuguesa ganhou a medalha de ouro na categoria de -57kg dos Jogos Europeus, ?competição que, este ano, incorporou os Campeonatos da Europa da modalidade.

Foto
Telma Monteiro é campeã da Europa ALEXANDER KLEIN/AFP

Foram precisos 1m49s para que Telma Monteiro festejasse mais um título europeu, o quinto da sua carreira. A judoca portuguesa, líder do ranking mundial, vice-campeã do mundo e campeã da Europa em título na categoria de -57kg revalidou o seu estatuto continental ao vencer ontem a húngara Hedvig Karakas, 11.ª do mundo, na final dos I Jogos Europeus, em Bacu, no Azerbaijão. “Combate rápido? Quando as pessoas trabalham muito, as coisas acabam por ser fáceis”, declarou poucos minutos depois de ter a medalha de ouro ao peito.

Para chegar a este último combate, Telma Monteiro derrotou a francesa Automne Pavia (7.ª do mundo), a holandesa Sanne Verhagen (15.ª) e a sérvia Jovana Rogic (22.ª). No duelo decisivo, um ippon, depois de já ter aplicado um waza-ari à sua adversaria, confirmaram a sua superioridade teórica em relação à húngara, que nunca havia ganho à portuguesa nos cinco combates que as duas já tinham realizado entre si.

“Sabia que ia ser muito duro, mas é uma sensação fantástica ter ganho a medalha de ouro”, afirmou Telma Monteiro à Rádio Renascença, comentando a conquista da sua 11.ª medalha em Europeus — ao contrário do que sucede noutras modalidades, na competição de judo os I Jogos Europeus reuniram os principais atletas do continente, uma vez que a prova incorporou o Campeonato da Europa, inicialmente agendado para Abril, em Glasgow.

À atleta do Benfica, que acrescentou mais um título europeu aos obtidos em 2006 e 2007 (categoria -52kg) e em 2009 e 2012 (-57kg) fica agora a faltar-lhe o título mundial e uma medalha olímpica. Por isso, os Jogos que se vão realizar no Rio, em 2016, ganham agora outra relevância, depois de três participações decepcionantes em que obteve o 9.º lugar (Atenas 2004 e Pequim 2008, ambas na categoria de -52kg) e o 17.º (Londres 2012, já na categoria de -57kg).

Ainda no judo, destaque para o português Sergiu Oleinic que falhou a medalha de bronze ao perder frente ao alemão Sebastian Seidl. Oleinic, 27.º do ranking mundial, terminou a competição em quinto lugar, após perder por waza-ari frente a Seidl, 12.º da hierarquia mundial.

O dia de ontem foi ainda positivo para Portugal no futebol de praia. A selecção nacional bateu a Ucrânia por 5-4, após prolongamento, um resultado que, conjugado com o triunfo da Suíça sobre o Azerbaijão, no outro jogo do Grupo A, garantiu a passagem às meias-finais.

O tempo regulamentar terminou com um empate a quatro golos, depois de Portugal ter recuperado de uma desvantagem de 1-4. E foi Bernardo Santos a resolver a partida a favor dos portugueses — os golos anteriores da selecção nacional pertenceram a Nuno Belchior (dois), Rui Coimbra e Jordan Santos.

Na natação, Gabriel Lopes foi sétimo na final dos 200m, perdendo a medalha nos últimos 50 metros. O nadador da Lousã passou na frente no primeiro (mariposa) e segundo (costas) segmentos, em segundo no terceiro (bruços), mas fraquejou no estilo livre final e caiu para a sétima, posição em que terminou.

Com 2m03,03s ficou a 1,64s do vencedor, o austríaco Sebastian Steffan, que bateu os ingleses Jarvis Parkinson (0,55s) e Martyn Walton (0,85s), segundo e terceiro classificados, respectivamente.

Gabriel Lopes chegou à prova final com o sétimo tempo, 2m03,43s, ainda assim pior que os 2m02,72s registados nas eliminatórias e que lhe tinham valido um novo recorde nacional no escalão. Essa marca, na final, valer-lhe-ia o quarto lugar.

Na final feminina dos 200m bruços, Raquel Pereira terminou em oitavo e último lugar. A portuguesa chegou à final com o pior registo entre as participantes, concluindo a prova em 2m34,99s, a 11,93s da russa Maria Astashkina, que se impôs folgadamente à italiana Giulia Verona (2,85s) e à inglesa Layla Black (4,55s), segunda e terceira classificadas, respectivamente.

A nadar na pista oito, a atleta do Algés — que vai competir ainda nos 100m bruços — ficou a 34 centésimos de segundo do sexto lugar.

Nesta sexta-feira, Portugal volta a ter atletas a competir em Bacu nas modalidades de ciclismo (BMX), judo e natação.