João Silva foi segundo no triatlo e colocou Portugal no medalheiro

Primeira medalha de sempre para atletas portugueses em Jogos Europeus foi de prata. A segunda está garantida pela selecção de ténis de mesa, que defronta nesta segunda-feira a França na decisão da prova por equipas.

Foto
A prova de triatlo não começou da melhor maneira para João Silva, que fez uma grande recuperação no segmento de corrida AFP/TOBIAS SCHWARZ

O nome é digno de super-herói e faz justiça ao desempenho de João Silva no triatlo dos Jogos Europeus, que rendeu a Portugal a primeira medalha na competição que decorre em Baku, no Azerbaijão. “Silver Silva”, como o próprio se denominou na rede social Twitter, terminou a prova na segunda posição após uma grande recuperação e conquistou a prata, subindo ao segundo lugar do pódio. “Esperemos que seja a primeira de muitas”, afirmou o triatleta do Benfica. A segunda será obtida hoje pelos mesa-tenistas portugueses, que marcaram encontro com a França na final da prova por equipas, que se realiza hoje às 16h. A selecção de canoagem também garantiu quatro finais em seis possíveis.

A diferença na meta foi de apenas 11 segundos relativamente ao britânico Gordon Benson, vencedor do triatlo masculino nos Jogos Europeus de Baku. Mas para aí chegar João Silva precisou de levar a cabo uma recuperação assinalável. O português gastou 19m30s para cumprir os 1500m de natação e depois completou os 40km de ciclismo em 57m40s. Após a segunda transição (da bicicleta para a corrida), João Silva era 21.º a 1m46s da liderança da prova. Mas ainda nada estava perdido. “Na segunda transição não tínhamos mais nada a fazer senão dar o melhor e tentar correr o mais rápido possível. Foi o que fiz e no final foi o segundo lugar e estou muito contente”, resumiu o triatleta do Benfica. A medalha de prata foi obtida graças a um segmento de corrida bastante rápido (10km em 30m25s), no qual João Silva foi galgando posições. “Estou muito satisfeito. Pelo menos no segmento da corrida não podia ter feito melhor, deixei tudo lá. Fiz o melhor que consegui e isso traduziu-se na medalha de prata, a primeira para Portugal. Estou orgulhoso”, confessou.

Aproveitando a ausência dos medalhados olímpicos em Londres 2012 — os irmãos britânicos Alistair e Jonathan Brownlee e o espanhol Javier Gómez Noya —, a prova em Baku 2015 foi rica em ataques e ficou praticamente decidida no ciclismo. O jovem britânico Gordon Benson impôs-se com um tempo de 1h48m31s. João Pereira foi o segundo melhor português, ao terminar no oitavo lugar a 1m15s do vencedor, enquanto Pedro Palma ficou-se pela 34.ª posição, a 5m42s.

Polónia e Áustria eliminadas

Uma segunda medalha portuguesa nesta edição inaugural dos Jogos Europeus já está garantida: seja ouro ou prata, a selecção de ténis de mesa vai estar no pódio. A equipa constituída por Marcos Freitas, Tiago Apolónia e João Geraldo garantiu a presença na final da competição por equipas, na qual vai defrontar a França. Portugal, campeão da Europa em título, começou por bater a Polónia (3-0) nos quartos-de-final. Depois, na meia-final, a selecção portuguesa superiorizou-se à Áustria (3-1) e carimbou a presença na decisão do torneio. Na outra meia-final, a França venceu a Alemanha por 3-2.

Na canoagem, Portugal obteve o apuramento para quatro finais A: K1 1000m (Fernando Pimenta), K2 1000m (Emanuel Silva e João Ribeiro), K4 1000m (Emanuel Silva, Fernando Pimenta, João Ribeiro e David Fernandes) e K1 500m (Teresa Portela). As finais disputaram-se na última madrugada, com excepção da final de K4 1000m, marcada para amanhã.

O karateca Filipe Reis foi afastado da competição em Baku após perder os três combates do Grupo B, no qual fez apenas um ponto. Reis começou por perder com o sérvio Slobodan Bitevic e seria depois superado igualmente pelo alemão Jonathan Hornee e pelo holandês Moreno Sheppard, despedindo-se da prova de kumite +84kg.

Hugo Passos (-66 kg) foi afastado na primeira ronda da competição de luta greco-romana, não conseguindo fazer melhor do que João Carvalho e Zurab Bekauri. O lutador português perdeu frente ao turco Abdulsalmet Ugurli por 6-2: Passos arruinou as suas ambições no primeiro combate de três minutos, perdendo por 4-0, de nada valendo a igualdade 2-2 no segundo e último. Na última madrugada, Liliana Santos estreou-se na luta livre -48 kg, frente à azerbaijana Mariya Stadnyk, medalha de prata em Londres 2012.

Na ginástica artística, Portugal terminou o primeiro dia em 23.º com 76.465 pontos; no all-around (subdivisão 3), Simão Almeida é 56.º (37.432), Bernardo Almeida 60.º (36.399) e Vasco Barata 62.º (36.100). No sector feminino, no all-around, Mariana Pitrez é 53.ª (23.933).

com Lusa