Luís Seara Cardoso
Foto
Luís Seara Cardoso

Portugal reage bem e garante o 5.º lugar em Moscovo

Vitórias sobre o País de Gales e a Alemanha amenizaram os efeitos negativos do não apuramento para as meias-finais do Circuito Europeu

Após um início de dia negativo, com a derrota contra a Espanha que deixou Portugal fora dos quatro primeiros lugares da primeira etapa do Grand Prix Series, a selecção nacional de sevens reagiu bem e com os triunfos frente ao País de Gales (42-7) e Alemanha (35-7) garantiu o quinto lugar em Moscovo.

 

O mau jogo contra a Espanha acabou por manchar a estreia de Portugal no Circuito Europeu de 2015, deixando a selecção nacional em muito maus lençóis na luta pelo primeiro lugar na competição, que dará direito a um lugar nos Jogos Olímpicos - a França e Rússia, os principais rivais, disputaram a final -, mas tirando o jogo contra os espanhóis, a selecção nacional teve bons momentos na Rússia.

PÚBLICO -
Foto

 

Um par de horas depois do desaire contra a Espanha, Portugal defrontou uma jovem e inexperiente selecção do País de Gales e não deu qualquer hipótese. Logo aos 20 segundos, José Vareta marcou o primeiro ensaio e ao intervalo a equipa portuguesa já vencia por 21-0, com mais dois toques de meta: Nuno Sousa Guedes e Adérito Esteves.

 

No segundo tempo, o filme do jogo manteve-se. Mais esclarecidos no ataque do que contra a Espanha, os portugueses não tiveram dificuldade em marcar mais três ensaios (bis de José Lima e Bernardo Seara Cardoso), garantindo uma vitória clara: 42-7.

 

Seguiu-se a Alemanha, na partida de definição do 5.º e 6.º lugar, e apesar de um início pouco convincente, que permitiu aos alemães marcarem o primeiro ensaio, a selecção portuguesa voltou a realizar um bom jogo. Ainda nos primeiros sete minutos, ensaio de José Lima e João Lino colocaram Portugal na frente (14-7) e na segunda parte o jogo foi completamente dominado pelos portugueses.

 

Bem no ataque, com apoio constante ao portador da bola, a selecção nacional marcou mais três ensaios (João Lino, Adérito Esteves e Diogo Miranda), garantindo o quinto lugar da etapa moscovita com uma vitória, por 35-7.

 

A segunda das três etapas do Circuito Europeu disputa-se já dentro de uma semana, em Lyon.